Domingo, 9 de Julho de 2006

sabia que...

Sabia que?

 SÃO QUATRO os fontanários públicos no nosso concelho cuja água é analisada mensalmente. Se nos fontanários dos Telhados de Água de Serro Ventoso e da Mendiga raramente há problemas com a qualidade da água, já nos fontanários do Alqueidão da Serra e do Juncal a água apresenta quase sempre problemas de qualidade ao nível microbiológico.

 

 

EM 9 ANOS, aumentou para mais do dobro o número de portomosenses que concorda com a Interrupção Voluntária de Gravidez. Em 1998 votaram favoravelmente no referendo ao aborto 2189 eleitores e em 2007 esse número aumentou para 4782. O número de portomosenses que se opõe a esta prática também aumentou ainda que modestamente, passado de 3958 para 4432. (ver Referendos)



♦ A ÁREA ARDIDA no concelho de Porto de Mós no Verão de 2006 foi equivalente a 144.000 campos de futebol.. 81 % desta área situa-se na zona Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros (PNSAC) onde o fogo consumiu o equivalente a 116.667 campos de futebol. (ver relatório DGRF)

 

♦ CERCA DE 6 MIL portugueses pensam que Porto de Mós é terra da oportunidade e mostram disponibilidade para virem trabalhar no nosso concelho. No entanto, apenas estão disponíveis 11 empregos. Por outro lado, para os cerca de 500 portomosenses desempregados, Porto de Mós está a ser a terra da oportunidade perdida. (ver NETemprego)

 

O CASTELO de Porto de Mós foi um dos 77 monumentos nomeados para a eleição das 7 maravilhas de Portugal mas não ficou entre os 21 monumentos nacionais finalistas do concurso.

 

LUÍS MALHÓ, presidente da Assembleia Municipal, é o representante de Porto de Mós na Associação Nacional de Municipios ocupando a ante-penúltima posição na lista de suplentes do Conselho Fiscal. O nosso município ocupa, assim, uma posição irrelevente na ANMP.
publicado por Joga às 00:00

link do post | comentar | favorito

>posts recentes

> Inauguração

> Argumentário

> Rescaldo eleitoral

> Voto com sentido

> Pré-campanha quente

> Debate autárquico - 2ª Pa...

> Debate autárquico - 1ª Pa...

> Argumentário de Agosto

> Ambientalistas contra par...

> Argumentário de Julho

> O filho pródigo

> Felicidades, Júlio Vieira

> Argumentário de Junho

> Uma questão pessoal

> Um Concelho de Freguesias

> Vêm aí o S. Pedro

> Argumentário de Maio

> Um repto

> Vida de repórter

> Não há factos, só silênci...

>pensar

>edição

>pesquisar

 

>arquivos

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Julho 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

> Março 2008

> Fevereiro 2008

> Janeiro 2008

> Dezembro 2007

> Novembro 2007

> Outubro 2007

> Setembro 2007

> Agosto 2007

> Julho 2007

> Junho 2007

> Maio 2007

> Abril 2007

> Março 2007

> Fevereiro 2007

> Janeiro 2007

> Dezembro 2006

> Novembro 2006

> Outubro 2006

> Agosto 2006

> Julho 2006

>feeds