Quinta-feira, 29 de Janeiro de 2009

Porto de Mós 2025

          Surgiu uma nova estrela, esta semana, na blogosfera portomosense. Chama-se Porto de Mós 2025. Este blogue de Silva Neto é, antes de mais, um importante exercício pessoal de intervenção cívica onde o autor dá conta das suas reflexões sobre o espaço que habitamos, apresentando vários projectos e a sua visão para um concelho com futuro para além dos ciclos eleitorais.
 
          Respeitável, em toda a linha, este trabalho poderia muito bem constituir-se como que uma proposta de guião para uma reflexão mais abrangente sobre os grandes desafios, os desígnios e as ambições que cada um de nós terá para a nossa terra. Sem cair na tentação do elogio fácil e descomprometedor mas também sem enveredar pela crítica pontual e pouco amadurecida, saudamos o aparecimento de mais este espaço de reflexão com umas pequenas notas do nosso próprio exercício de PENSAR Porto de Mós:
          - Reforma do nosso sistema político local com a mudança do modelo tradicional de gestão directiva do município por uma gestão mais participativa; criação de uma ou duas associações municipais de freguesias; propôr referendos locais (que podem ir até ao nível da freguesia) sobre problemas ou propostas de solução importantes para a comunidade; elaboração participativa de uma parte do Orçamento Municipal e a assunção de um compromisso político pré-eleitoral entre todas as forças partidárias no sentido de passar a ser norma da sã convivência democrática, a atribuição (e consequente aceitação), de pelouros aos vereadores que, não vencendo as eleições, ficarem na oposição.
          - Reforma dos serviços municipais no sentido de os tornar mais eficientes e mais próximos dos cidadãos.
          - Estudar a possibilidade de concessionar a distribuição de água ao domicílio se tal medida trouxer vantagens, para o município e para os munícipes, ao nível da qualidade do serviço prestado.
          - Eleger a produção de energia eólica como um desígnio do concelho sem pôr em causa os direitos das freguesias produtoras e executar uma política transparente na defesa da causa pública local e municipal.
_______________________
NOTA: Este blogue, com endereço http://ptmos.blogspot.com  embora tenha estado temporariamente com acesso livre, passou a estar aberto apenas a leitores convidades. Agradeço ao autor o convite que me enviou.
publicado por Joga às 00:01

link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 30 de Janeiro de 2009 às 23:48
Sobre isto é que eu falo.

O sr. a dar conhecimento de mais uma opção. É isso que eu espero do seu espaço.
O silva neto possivemente será o sr. João neto (Nunca fui á morada). Não é da sua cor politica. Hoje em dia já não sei se a tem. É uma pessoa de ideias um tanto sonhador. Mas de sonhos é que porto de mós precisa. Entre muitos pode sair um válido e compatível com as necessidades da nossa terra. Sem opções é qeu não conseguimos.

Obrigado por mais uma intervenção válida.
De Pedro Oliveira a 30 de Janeiro de 2009 às 11:28
Para não dizeres que nunca te ofereci nada contenta-te com isto:

http://videos.sapo.pt/KSzbZpvMBdDPNZ5GZS3P

Comentar post

>posts recentes

> Inauguração

> Argumentário

> Rescaldo eleitoral

> Voto com sentido

> Pré-campanha quente

> Debate autárquico - 2ª Pa...

> Debate autárquico - 1ª Pa...

> Argumentário de Agosto

> Ambientalistas contra par...

> Argumentário de Julho

> O filho pródigo

> Felicidades, Júlio Vieira

> Argumentário de Junho

> Uma questão pessoal

> Um Concelho de Freguesias

> Vêm aí o S. Pedro

> Argumentário de Maio

> Um repto

> Vida de repórter

> Não há factos, só silênci...

>pensar

>edição

>pesquisar

 

>arquivos

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Julho 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

> Março 2008

> Fevereiro 2008

> Janeiro 2008

> Dezembro 2007

> Novembro 2007

> Outubro 2007

> Setembro 2007

> Agosto 2007

> Julho 2007

> Junho 2007

> Maio 2007

> Abril 2007

> Março 2007

> Fevereiro 2007

> Janeiro 2007

> Dezembro 2006

> Novembro 2006

> Outubro 2006

> Agosto 2006

> Julho 2006

>feeds