Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008

Argumentário de Dezembro


 
         "Alteração da acta ´salva´ IMI."                
          ►
TÍTULO, O Portomosense, acrescentado que por decisão da AM, a taxa a cobrar em 2008 não será a taxa mínima mas a mesma que foi cobrada em 2007.

PensarAnimado
          "Não podemos pôr na acta coisas que não aconteceram."
          ►
OLGA SILVESTRE, Secretária da Mesa da AM, mostrando a sua relutância em alterar a acta da Assembleia de Setembro, in O Portomosense.

          "Parece-me que é ilegal alterar o conteúdo de uma acta ou até da sua minuta."
         
ISIDRO BENTO, editorial de O Portomosense.

           "[As canecas feitas na China] para muitas crianças foram a única prenda neste Natal."
          JOÃO SALGUEIRO, presidente da Câmara, acrescentando que a indústria de cerâmica local não tinha preços para competir com os chineses no fornecimento das 4 mil canecas que a Câmara ofereceu aos miúdos pelo Natal, in Região de Leiria.

          "Vi duas ou três miúdas deitadas no chão que visivelmente tinham consumido demasiado álcool".
          ►
FERNANDO AMADO, deputado municipal, a propósito da necessidade de reprimir a venda de droga e álcool em Porto de Mós, in Região de Leiria. Não consta que as miúdas estivessem com as canecas oferecidas pelo município.

publicado por Joga às 20:30

link do post | favorito
De ana.narciso@pluricanal.net a 5 de Janeiro de 2008 às 14:21
De facto , estamos na linha da frente pelas piores razões: ilegalidades, compras chinesas por falta de competitividade das empresas locais ('?, consumo de álcool em excesso por jovens. Tudo razões para nos orgulharmos!?
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

>posts recentes

> Inauguração

> Argumentário

> Rescaldo eleitoral

> Voto com sentido

> Pré-campanha quente

> Debate autárquico - 2ª Pa...

> Debate autárquico - 1ª Pa...

> Argumentário de Agosto

> Ambientalistas contra par...

> Argumentário de Julho

> O filho pródigo

> Felicidades, Júlio Vieira

> Argumentário de Junho

> Uma questão pessoal

> Um Concelho de Freguesias

> Vêm aí o S. Pedro

> Argumentário de Maio

> Um repto

> Vida de repórter

> Não há factos, só silênci...

>pensar

>edição

>pesquisar

 

>arquivos

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Julho 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

> Março 2008

> Fevereiro 2008

> Janeiro 2008

> Dezembro 2007

> Novembro 2007

> Outubro 2007

> Setembro 2007

> Agosto 2007

> Julho 2007

> Junho 2007

> Maio 2007

> Abril 2007

> Março 2007

> Fevereiro 2007

> Janeiro 2007

> Dezembro 2006

> Novembro 2006

> Outubro 2006

> Agosto 2006

> Julho 2006

>feeds