Quinta-feira, 8 de Novembro de 2007

O nosso bolo

          O município de Porto de Mós vê aumentadas em quase seis vezes as verbas do Programa de Investimento e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central (PIDDAC) para o próximo ano, subindo assim do 13ª para a 7ª posição na tabela distrital de investimentos do Governo. Esta é a notícia mais relevante para a nossa terra que surge como consequência da aprovação do Orçamento de Estado  para o próximo ano.

TRANSFERÊNCIAS

 PARA AS FREGUESIAS

# FREGUESIA TRANSF.
1 Mira de Aire 56.483€
2 Juncal 55.923€
3 S. João 49.689€
4 S. Pedro 48.780€
5 Pedreiras 46.419€
6 S. Bento 44.325€
7 Alq. da Serra 42.625€
8 Serro Ventoso 41.482€
9 Calvaria 40.022€
10 Mendiga 33.766€
11 Arrimal 29.968€
12 Alvados 29.354€
13 Alcaria 24.175€
 TOTAL                        543.011€

          Mas este aumento das verbas do PIDDAC para os 112 mil e 588 euros só é espectacular porque o ano passado o nosso concelho viu reduzidas aquelas verbas para uns escassos 19 mil euros (ver post 2006- Um balanço).
          No próximo ano a obra mais importante inscrita no PIDDAC é a criação de uma sala para a Polícia Judiciária de Porto de Mós que leva 81 mil e 500 euros do investimento da Administração Central na nossa terra. Mas, decorrente da aplicação da Lei das Finanças Locais, Porto de Mós irá receber mais 7 milhões e 390 mil euros dos quais apenas 7% será repartido pelas freguesias do concelho (ver gráfico e quadro ao lado). A maioria desta verba  será consumida, como de costume, pela máquina da administração municipal sob a forma de pagamento da despesa corrente.
          De resto, o investimento público projectado para a nossa terra não se esgotará por aqui já que não entram nesta contabilidade os investimentos ao abrigo do Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN) tais como a construção do IC9, que se iniciará em 2008, as obras na rede de abastecimento de água e saneamento, a comparticipação à Santa Casa da Misericórdia para a construção do centro de fisioterapia, entre outros. 
          Mais do que qualquer exibicionismo folclórico com a eventual “obra feita” com os dinheiros públicos colocados à disposição do nosso município, o executivo municipal enfrenta o grande desafio e a enorme responsabilidade de fazer bem aquilo que é sua obrigação. Dependendo do ponto de vista, poderemos sempre olhar para o concelho como quem olha para um copo com água- estará meio cheio ou meio vazio-, mas nunca como agora, um executivo municipal teve uma conjuntura política tão favorável para fazer de Porto de Mós uma terra boa para viver.

publicado por Joga às 18:16

link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Portomosense a 11 de Novembro de 2007 às 19:58
E pronto. O concelho deixou de receber (perdeu) o ano passado as verbas do PIDDAC por incompetência da Câmara. O ano já passou e não aconteceu nada. Porto de Mós ficou sem os investimentos e sem responsáveis por isso. Ou a Assembleia Municipal anda muito distraída ou , temos políticos que estão bem uns para os outros... estamos bem servidos!

Comentar post

>posts recentes

> Inauguração

> Argumentário

> Rescaldo eleitoral

> Voto com sentido

> Pré-campanha quente

> Debate autárquico - 2ª Pa...

> Debate autárquico - 1ª Pa...

> Argumentário de Agosto

> Ambientalistas contra par...

> Argumentário de Julho

> O filho pródigo

> Felicidades, Júlio Vieira

> Argumentário de Junho

> Uma questão pessoal

> Um Concelho de Freguesias

> Vêm aí o S. Pedro

> Argumentário de Maio

> Um repto

> Vida de repórter

> Não há factos, só silênci...

>pensar

>edição

>pesquisar

 

>arquivos

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Julho 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

> Março 2008

> Fevereiro 2008

> Janeiro 2008

> Dezembro 2007

> Novembro 2007

> Outubro 2007

> Setembro 2007

> Agosto 2007

> Julho 2007

> Junho 2007

> Maio 2007

> Abril 2007

> Março 2007

> Fevereiro 2007

> Janeiro 2007

> Dezembro 2006

> Novembro 2006

> Outubro 2006

> Agosto 2006

> Julho 2006

>feeds