Terça-feira, 10 de Julho de 2007

Ano Um

          "Pelo arquivo do blog, o primeiro texto foi editado há um ano, por isso muitos parabéns ao pensar Porto de Mós". Foi desta forma que Pedro Oliveira, visitante atento, nos chamou a atenção para o nosso próprio aniversário. Obrigado.

 

          Mas, mais do que celebrar, a oportunidade deste momento leva-nos a avaliar (consigo, se assim o entender) a utilidade deste espaço. Pela nossa parte, estamos a percorrer o caminho do cumprimento dos objectivos editoriais decorrentes da responsabilidade social que assumimos quando aceitamos integrar a lista que actualmente governa o nosso município. Segundo Madeleine Albright,no processo de realização dos nossos sonhos, alguns políticos também aproximam alguns pesadelos da realidade”. Nada que o sistema democrático não possa debelar. Estar atentos é a nossa missão. Temos modelos, temos referências políticas, éticas e morais e o nosso compromisso resume-se a ajudar a construir um concelho moderno, socialmente mais justo, com melhor qualidade de vida para todos. Pela palavra, livre e responsável.
          “Alimentar” este blog é, por outro lado, um exercício de humildade ao serviço da comunidade portomosense, porque nos expomos voluntária e constantemente ao escrutínio dos nossos leitores numa partilha de informação livre e isenta de interesses pessoais. Uma insensatez, dirão alguns. Mas não há nenhum mal nisso. Já Bernard Shaw enfatiza que “o homem sensato adapta-se ao mundo; o insensato é aquele que persiste em tentar adaptar o mundo à sua volta” para concluir que ” todo o progresso depende assim do homem insensato.”
          Com ou sem sensatez, o amigo leitor e os cidadãos em geral têm a última palavra.

publicado por Joga às 15:04

link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De corrente a 3 de Outubro de 2007 às 00:47
Caro Joga.
Parabéns pelo seu trabalho de intervenção e como alguém já disse, pelo facto de dar voz aos que silenciosamente são oprimidos todos os dias pela ADMINISTRAÇÂO tanto Central como a Autárquica.
Concordando ou não com o que aqui se aborda e a forma como se aborda, o certo é que este é mais um veículo, que bem utilizado, onde as minorias poderão sempre ter um VOZEIRÃO.
Continue sempre atento e utilize a verdade como arma mesmo que algumas vezes ela vá de encontro aos seus princípios partidários, o que lhe poderá trazer alguns dissabores.
Com estima.
De Pedro Mourato a 13 de Julho de 2007 às 14:58
Parabéns!!!
De portomosense a 11 de Julho de 2007 às 00:04
"Se é verdade que nós não conduzimos pelo mesmo lado da estrada, também é verdade que vamos pela mesma estrada."
Isabel II, de Inglaterra

Este é, para nós Portomosenses que lemos blogs, um espaço de referência na blogosfera.
Continuar atento é uma obrigação; por esta estrada fora!
De Ana Narciso a 10 de Julho de 2007 às 22:15
Parabéns! Porque ousou mudar, porque ousou dar voz a preocupações silenciosas de muitos.

Comentar post

>posts recentes

> Inauguração

> Argumentário

> Rescaldo eleitoral

> Voto com sentido

> Pré-campanha quente

> Debate autárquico - 2ª Pa...

> Debate autárquico - 1ª Pa...

> Argumentário de Agosto

> Ambientalistas contra par...

> Argumentário de Julho

> O filho pródigo

> Felicidades, Júlio Vieira

> Argumentário de Junho

> Uma questão pessoal

> Um Concelho de Freguesias

> Vêm aí o S. Pedro

> Argumentário de Maio

> Um repto

> Vida de repórter

> Não há factos, só silênci...

>pensar

>edição

>pesquisar

 

>arquivos

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Julho 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

> Março 2008

> Fevereiro 2008

> Janeiro 2008

> Dezembro 2007

> Novembro 2007

> Outubro 2007

> Setembro 2007

> Agosto 2007

> Julho 2007

> Junho 2007

> Maio 2007

> Abril 2007

> Março 2007

> Fevereiro 2007

> Janeiro 2007

> Dezembro 2006

> Novembro 2006

> Outubro 2006

> Agosto 2006

> Julho 2006

>feeds