Quinta-feira, 5 de Julho de 2007

Onde pára o serviço público?

          Um número indeterminado de lares das freguesias de S. Pedro, S. João, Alqueidão da Serra e Alcaria estão privadas do acesso ao canal 1 da RTP desde que, no início do ano, a Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) dicidiu mandar alterar a potência e a frequência do emissor situado na serra da Bezerra e que servia uma boa parte do nosso concelho.
 
         Segundo conseguimos saber, tal alteração estará relacionada com um fenómeno de interferências que aquele emissor produzia no novo sistema de comunicações marítimas. O  ajustamento técnico do emissor da Bezerra deixou contudo, “às escuras” e sem aviso prévio, várias centenas de munícipes privando-os do acesso ao canal televisivo de serviço público cuja taxa, contudo, são obrigados a pagar.
          Para muitos telespectadores, voltar a ver a RTP1 implicou a aquisição de novo equipamento de recepção cujo valor médio ronda os 70 Euros. Para outros, as alterações produzidas no emissor da Bezerra tem como consequência a incapacidade técnica permanente de voltar a ver aquele canal.
          Neste processo há notoriamente uma falta de respeito pelos cidadãos.
          Não será dever dos nossos órgãos autárquicos interessarem-se por este assunto e, em nome dos munícipes, pedir explicações à ANACOM, protegendo o direito destes cidadãos ao acesso ao serviço público de televisão?
publicado por Joga às 21:18

link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De pedro oliveira a 10 de Julho de 2007 às 10:46
Pelo arquivo do blog, o primeiro texto foi editado há um ano, por isso muitos parabéns ao pensar Porto de Mós.

Comentar post

>posts recentes

> Inauguração

> Argumentário

> Rescaldo eleitoral

> Voto com sentido

> Pré-campanha quente

> Debate autárquico - 2ª Pa...

> Debate autárquico - 1ª Pa...

> Argumentário de Agosto

> Ambientalistas contra par...

> Argumentário de Julho

> O filho pródigo

> Felicidades, Júlio Vieira

> Argumentário de Junho

> Uma questão pessoal

> Um Concelho de Freguesias

> Vêm aí o S. Pedro

> Argumentário de Maio

> Um repto

> Vida de repórter

> Não há factos, só silênci...

>pensar

>edição

>pesquisar

 

>arquivos

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Julho 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

> Março 2008

> Fevereiro 2008

> Janeiro 2008

> Dezembro 2007

> Novembro 2007

> Outubro 2007

> Setembro 2007

> Agosto 2007

> Julho 2007

> Junho 2007

> Maio 2007

> Abril 2007

> Março 2007

> Fevereiro 2007

> Janeiro 2007

> Dezembro 2006

> Novembro 2006

> Outubro 2006

> Agosto 2006

> Julho 2006

>feeds