Intervenção cívica. Pela PALAVRA livre e responsável, com Porto de Mós como pano de fundo.

NOTÍCIAS porto de mós

Quinta-feira, 23 de Julho de 2009

Felicidades, Júlio Vieira

A candidatura de Júlio Vieira à presidência da Câmara de Porto de Mós está a mobilizar o PSD mais profundo do nosso concelho. O jantar de apresentação dos candidatos a presidentes de Junta, que reuniu 600 pessoas, é disso um bom sinal.

 Jantar PSD apresentação candidatos
          De Salgueiro e do seu padrasto PS não se viu ainda qualquer acto de mobilização. Como é costume, quem está no poder usa sempre a máquina administrativa em proveito próprio em matéria eleitoral, mas, com ou sem mobilização, a constituição das listas autárquicas tem de estar concluída até ao próximo dia 17 de Agosto. Na constituição destas equipas, creio que a dificuldade tem sido geral e os motivos são conhecidos: falta de uma cultura de cidadania virada para o serviço da causa pública e, por outro lado, a escolha preferencial de soluções partidárias internas.
          A disponibilidade que publicamente demonstrei para servir a minha terra e os meus conterrâneos, honrando os nossos antepassados e as suas lutas pelo interesse colectivo levou-me a ponderar a constituição de uma lista de cidadãos eleitores para concorrer à Junta de Freguesia do Alqueidão. Contudo, a falta do apoio político do actua presidente da Junta e meu amigo, Fernando Sarmento, apoio que para mim seria fundamental, não se verificou. Sei que há outras formas de ser útil à minha terra e serão esses os caminhos que percorrerei.
          Criou algum espanto e até uma certa crispação o anúncio de que estaria em negociações com o candidato do PSD. Ora, a bem da transparência na política, não sei por que deveriam ser secretos os nossos encontros e as nossas conversas. Por outro lado, creio, tal anúncio em nada diminuía o candidato. Aliás, acordos verbais ou escritos são uma prática comum em política. Só em Porto de Mós, pelos vistos, é que tal facto provoca surpresa... Abstendo-me de quaisquer outras considerações, apenas acrescento que não houve acordo nos termos da colaboração que me era pedida, pelo que não acompanharei de perto a campanha de Júlio Vieira. Aliás, as tarefas profissionais que se avizinham (cobertura de duas campanhas eleitorais) iriam exigir de mim um esforço que, nos termos propostos, não estava em condições de fazer.
          Em todo o caso, a candidatura de Júlio Vieira está lançada e com boa mobilização. Numa terra sociologicamente social democrata, a família PSD está unida, mas isso pode não chegar para ganhar o concelho.
          Em relação à minha freguesia, espero que o candidato do PSD à Câmara Municipal cumpra o que disse no fórum realizado no Alqueidão.
          Felicidades, Júlio Vieira.

Segue João Gabriel no TwitterVeja o meu Facebook

publicado por Joga às 00:01

link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De ZÉMIAU a 8 de Setembro de 2009 às 13:02
No passado fim de semana assistiu-se a uma contra guerrilha no debate entre Júlio Vieira e João Salgueiro passado na Rádio Cister. Numa conversa entre dois pseudo políticos a peixe irada foi tal que os moderadores não conseguiram suster á má criação e os actos Pidescos do Salgueiral, obrigando o seu opositor a prestar-lhe vassalagem com um pedido de desculpas publico. viva a democracia no concelho.
De Rui a 24 de Julho de 2009 às 16:39
Quero aqui prestar a minha singela homenagem pela coragem ao demonstrar com factos que o senhor e júlio vieira são iguais ao senhor joão salgueiro, mas eu e muitos ficámos com um problema depoies destes seus textos: é melhor votar num artista que já conhecemos o curriculo, original, ou na imitação?
De Maria a 24 de Julho de 2009 às 19:44
Sr. Rui o Senhor é que é um artista.

Se O Sr. João Gabriel está a dizer que o Sr. Julio Vieira não aceitou acordo nenhum, está o SR. a dizer que ele é igual ao Salgueiro.

O Sr. João gabriel claramente expos aqui que estava a preparar ou a negociar. Vem agora dizer que não houve qualquer acordo e vai seguir o seu caminho.

O artista é o Sr. que diz que se chama Rui. Precisamps mesmo é de mais Joaos Gabrieis e Julios que pelo menos falam e não artistas do antigamente.

Beijocas,

Maria

Comentar post

>alerta gripe A

Clique aqui

Veja AQUI as recomendações do Departamento de Saúde Pública do Ministério da Saúde.

 

 

>pensamento do mês

 

>bloco de notas

 
   
>twitter

Segue-me em http://twitter.com
 
 

>vox pop

>iniciativas

 

PrémioPM

saber mais

ver candidatos

 

>videos


 

Impulso Tecnológico

Vídeo-documento

Quebar barreiras

Concelho turístico

Prevenir, prevenir, prevenir

Espírito de Natal

Há Movimento na Serra

PDM com Rosto Humano

>pensamento lógico

 

JUNHO

MAIO 09

ABRIL 09

MARÇO 09

FEVEREIRO 09

JANEIRO 09

DEZEMBRO 08

NOVEMBRO 08

OUTUBRO 08

SETEMBRO 08

AGOSTO 08

 JULHO 08 

 JUNHO 08

MAIO 08

ABRIL 08

MARÇO 08

FEVEREIRO 08

JANEIRO 08

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

>posts recentes

> Inauguração

> Argumentário

> Rescaldo eleitoral

> Voto com sentido

> Pré-campanha quente

> Debate autárquico - 2ª Pa...

> Debate autárquico - 1ª Pa...

> Argumentário de Agosto

> Ambientalistas contra par...

> Argumentário de Julho

> O filho pródigo

> Felicidades, Júlio Vieira

> Argumentário de Junho

> Uma questão pessoal

> Um Concelho de Freguesias

> Vêm aí o S. Pedro

> Argumentário de Maio

> Um repto

> Vida de repórter

> Não há factos, só silênci...

>pensar

>edição

>pesquisar

 

>arquivos

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Julho 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

> Março 2008

> Fevereiro 2008

> Janeiro 2008

> Dezembro 2007

> Novembro 2007

> Outubro 2007

> Setembro 2007

> Agosto 2007

> Julho 2007

> Junho 2007

> Maio 2007

> Abril 2007

> Março 2007

> Fevereiro 2007

> Janeiro 2007

> Dezembro 2006

> Novembro 2006

> Outubro 2006

> Agosto 2006

> Julho 2006

>this in English

>feeds