Intervenção cívica. Pela PALAVRA livre e responsável, com Porto de Mós como pano de fundo.

NOTÍCIAS porto de mós

Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009

Teorias de comunicação

          Um blogue, uma mensagem SMS e uma página da internet revelam outras tantas formas de comunicar. A página da internet é, contudo, a pior de todas porque assenta na ausência de comunicação. Mas o que é que isto tem a ver com Porto de Mós?

 
          Vila Forte, o blogue da oposição e da oposição-à-oposição faz guerrilha ao executivo municipal e à estrutura local do PSD. Se os colegas bloguistas fossem do CDS diria que fariam parte do grupo dos “desalinhados”- a irreverente juventude popular que animou um pouco o monocórdico congresso centrista do passado fim-de-semana. Mas não. Sendo assumidamente próximos ou mesmo militantes do PSD, adoptam por vezes uma postura panfletária que alimenta uma certa crispação a que chamam debate de ideias. Tem altos índices de audiência mas, parece-me, não cumprem nenhum desígnio consistente. É, por isso, um blogue que não acrescenta valor à comunicação política local e pode mesmo correr o risco de ser contraproducente.
 
          Acabo de receber uma mensagem SMS de um amigo a informar-me, em jeito de provocação, que no próximo sábado dia 24 irá decorrer no Porto mais uma “missa” (como diz João Cravinho) das Novas Fronteiras. Sócrates estará lá a apadrinhar as dissertações sobre Ciência e Conhecimento. A estratégia de comunicação multi-meios do Governo e do PS está a transformar-se num paradigma da comunicação política a que muitos chamam propaganda. Pensei logo que seria um evento de uma utilidade extrema para o nosso executivo municipal. As inscrições estão abertas, pelo que ainda irão a tempo. A Salgueiro, Januário, Cardoso e Neves só poderia fazer bem “comungar” do espírito que alimenta estas sessões.
 
          Quem visitar, na internet, a página institucional da Câmara Municipal de Porto de Mós  verificará que ela é um espelho real da acção deste executivo: sem brilho e sem fulgor, muitas das suas ligações (como o link entrada (1), por exemplo) não funcionam porque caducou o nome do domínio. Se o PS não se põe a pau, também o seu domínio em terras portomosenses poderá caducar em breve. Mas o que é que se pode esperar de uma câmara municipal cujo presidente abomina blogues, cujo vereador da cultura faz questão de não instalar internet ADSL adequada nas escolas do concelho, cujo executivo, mobilista e indigente, passa o tempo a reagir em vez de agir? Esta é a pior das três estratégias de comunicação porque assenta na ausência dela.
_____________
(1) Situação resolvida poucas horas depois de editado o post. Antes era assim. Confirma-se, pois, que a Câmara "passa o tempo a reagir em vez de agir"...
publicado por Joga às 00:01

link do post | comentar | favorito
15 comentários:
De Ricardo a 28 de Janeiro de 2009 às 02:45
Para ver se consigo ler a frase com pontuação ou se me limito a divagar como um narrador participante de uma história que aparece á parte da história inicial e "A priori" a principal.
Ex: A viagem do Elefante Saramago. Em que eu não sei se ele está preocupado com a viagem do dito animal ou se prefere mostrar aos leitores qual é a analogia que ele fez para cada personagem.

Está a dizer que a pior forma de comunicação é a que usa? Certo!

Depois acusa a camara de não ter um página do concelho Camara municipal em uso. Página essa que expirou 4 dias antes deste Post ser editado.

A sua critica e muito bem apanhada é que temos uma camara que reage e não actua. Curioso que ela actuou, neste caso, depois do seu post ser editado.
PROVA: Que afinal este género de comunicação não é assim tão inválido ou fora do contexto.

É verdade um blog referido tem uma oposição de oposição mas entre tanta contrainformação sai de lá algumas ideias, tal como no seu.
É verdade que muitos dos comentadores estão de volta do mesmo osso

Sim são contraproducentes pois escreve quem quer com editação imediato, no seu não acontece. Curiosamente não vejo asneiras de maior ou faltas de respeito demasiado altas (Certo é verdade de vez em quando há uns certos abusos)

Eu dizia que você está a ser prudente de mais ou então interessa-lhe filtrar a informação.

Como o Sr. também não acho que estejamos de estar marcados por dogmas, passados em situações diferentes.


Eu escrevo nos dois acho que o faço por gosto da intervenção cívica, por busca de maior conhecimento e para deixar de dizer "seja lá quem estiver", no poder, todos me vão ao bolso.

Quanto maior é a ignorância maior é a felicidade eu prefiro ser infeliz.... E por isso busco a minha liberdade (Minhas opções).


P.S. Num post anterior voçe assumiu que a partir daquele dia iria fazer oposição e penso que á sua maneira é o que o seu e o outro blog fazem. Este seu Post parece-me mero narcissismo.
Porque bem, mal, estupidamente, contraproducente ou outros ...entes quaisqueres seria um seu aliado.
E como dizia Maquiavel " o inimigo do meu inimigo, meu amigo é. "

O Sr. Pres. João Salgueiro todos os seus vereadores (oposição ou não) são as pessoas que tem neste momento a capacidade de alterar o meu futuro como municipe Portomosense estão em poder de destaque e sendo assim terão de dar as costas e o resto do corpo aos manifestos que possam surgir.

Não sou oposição, não tenho vendettas contra nenhum dos senhores. Mas piso o mesmo chão do que eles e assim é o meu dever com ou sem direitos a ter uma opinião seja ela positiva ou negativa.

Como se diz na giria popular "não empranho pelos ouvidos". Logo não sou obrigado a comer tudo o que me é apresentado.

Desculpe pelo alongamento da escrita mas não me pareceu um dos seus melhores dias. E quando falava disto (Blogs) ao meu pessoal dizia sempre que o seu tinha uma maior intervenção civica. Menos Post com mais tempo em activo logo fomentação de uma melhor discussão menos vistantes mas mais pratico na sua utilização o outro blog considerava-o Como sendo do PSD maior variedade de "Post's" mais jogo politico. Depois disto não sei como o irei apresentar, mas continuo a cá vir. E fique claro que não sou dos que beija o pé ao Pedro Ferreira ou a qualquer outro editor. Mas acho mal o corte drástico que voce fez sobre mais esta opção que agora surge.


De Luís a 23 de Janeiro de 2009 às 17:52
Permita-me esta pergunta simplista ,mas importante para mim, não terá sido este post contraproducente e não estará a não cumprir nenhum designio consistente? É que no agreiro dos outros normalmente está uma trave daquelas que se utiliza no Alqueidão para fazer lareiras...
aceite o humilde abraço do Luís

post scriptum, não querendo me meter na conversa que está a ter com o militante socialista, esse seu não argumento do site socialista deixa muito a desejar em alguém que nos habituou a outro nível,Ai essa coerência intelectual.
De Joga a 23 de Janeiro de 2009 às 18:41
Olá Luis
Diz o povo que "quem diz o que pensa arrisca-se a ouvir o que não gosta". Não é o caso deste seu comentário que acolhi com todo o gosto. Sabe, como exercício de comunicação, hoje tem sido um dia excitante mas cansativo. Naturalmente que irei reflectir bastante sobre este inexperado fenómeno de participação mas sobretudo sobre o teor e a dinâmica dos comentários num blogue com comentários moderados e outro com comentários sem moderação.
Quanto aos designios, não me desvio do lema deste blogue: Intervenção cívica pela PALAVRA livre e responsável com Porto de Mós como pano de fundo.
Apesar de tudo , e deixe-me elegê-lo como meu confidente, não desisto de ajudar a construir um concelho melhor com as minhas ideias e opiniões. Aproveitem-nas se as julgarem úteis ou atirem-nas fora se forem tolas ou inconvenientes. O meu dever de participação cívica fica cumprido e este é um exercício de cidadania que gostava fosse praticado por mais conterrâneos nossos. Verifiquei, neste processo, o uso, por vezes, de uma linguagem agressiva e violenta contra mim próprio. Não fiquei indiferente, porque sou filho de boa gente e porque não uso carapaça mas, deixe-me dizer-lhe que a minha pessoa ou a notoriedade deste blogue (ou a falta dela) é o que menos importa. Temos uma terra para desenvolver e um futuro por construir. E isso é uma tarefa de todos e de todos os dias que não se esgota nos actos eleitorais. Que cada portomosense cumpra bem o seu papel como cidadão e munícipe.
Aceite um abraço amigo
De militante anónimo a 23 de Janeiro de 2009 às 16:30
Como militante do partido socialista, não posso deixar de registar esta feliz coincidência, depois de um trabalho árduo de investigação que o levou ás teorias da comunicação, esqueceu uma que o região de Leiria coloca hoje no seu jornal, o site do PSD está offline, pena que não lhe tenha merecido referência.será que já está a trbalhar para o novo patrão.Não faço ameaças, mas espero que edite este comentário, senão serei mais um a pensar qeu nada acontece por acaso neste blog.
De Joga a 23 de Janeiro de 2009 às 16:38
Obrigado pela pertinência do seu comentário.
É verdade o que diz. Mas a justificação é simples: o meu post foi editado antes da publicação dessa notícia e, como é natural, não tenho uma bola de cristal.
Fica a sua nota que é também um contributo para a abordagem do tema.
De militante anónimo a 23 de Janeiro de 2009 às 16:47
É evidente que não tem bola de cristal,mas manda o bom senso que se averigue ambos os lados da barricada antes que se caia em deduções faceis e neste caso não era preciso a tal bola bastava colocar o endereço sobejamente conhecido.É só mais uma incoerência da sua parte limitada pela cegueira em manchar o excelente trabalho de quem ajudou a eleger.
De Joga a 23 de Janeiro de 2009 às 16:59
Como imaginará, não faz parte das minhas preocupações verificar se os sites partidários funcionam ou não. O do município é bem diferente e compreenderá porquê. Já agora, (e desculpe-me esta réplica) envie-me o endereço da página da Concelhia do PS.
Obrigado.
De anonimo a 23 de Janeiro de 2009 às 21:10
O PS de Porto de Mós não tem site nem categoria para isso, a incompetencia é bastante, serve-se do site da câmara que é uma referência nacional.....
De Joga a 23 de Janeiro de 2009 às 15:11
Caro Leitor
Recebi um comentário de "quase 31", alguém que se diz ser do Alqueidão da Serra, como sabe, minha terra natal. Ora, pelo que diz, percebo que este anónimo não é do Alqueidão da Serra pois conheço bem os meus conterrâneos e eles conhecem-me a mim. Mas admitindo a hipótese remota de o ser, e fazendo-me ele uma ameaça quanto à publicação do seu comentário, gostaria de lhe enviar publicamente este recado: Identifique-se com nome próprio e apelido de familia e publicarei o seu comentário.
Se não, faça como diz, e publique-o no Vila Forte.
Fico fora desse jogo.
Cumprimentos.
De GaloZico a 23 de Janeiro de 2009 às 01:57
Não fosse o primeiro parágrafo deste post e tudo estaria calmo e tranquilo, desfrutando, como é hábito às quintas, de mais um grãozinho na engrenagem do desgoverno municipal da rosa murcha e bolorenta, ex laranja azeda e seca - todos diferentes todos iguais. É que um blogue destes, que diz umas verdades inconvenientes e que põe a nú as incogruências e a verdadeira essência de pseudo-políticos que mentem reiteradamente aos seus eleitores, vindo de quem vem, até dá jeito, muito jeito até. Desobriga a oposição a ser isso mesmo, à sombra de um princípio que julgam produto da sua mais fina e subtil perspicácia e tacto político – “Com um amigo destes, João Salgueiro e a sua corte, nem precisam de inimigos. Deixá-los arder em lume brando já que quem o apoiou é quem agora lhe tira o tapete e nos poupa ao incómodo do contraditório e ao desgaste da exposição excessiva aos raios UV”. E enquanto isso, convencidos da bondade da sua tese e da audácia da sua estratégia (que lhes caiu do céu!), barricados na tertúlia fortificada, vão-se entretendo a brincar aos pensadores, a comer lagosta com os intelectuais e tremoços com o povo, vegetando num estágio superior, indiferentes às responsabilidades que têm do passado e no presente, mas, contudo, completamente equivocados. É isso mesmo, não podiam estar mais equivocados! E porquê? Porque laboram num pueril erro de simpatia, muito comum aos que co-habitam por grandes temporadas com a ausência de auto-crítica e com o deslumbramento do poder. Porque ainda não enxergaram que o cavalheiro que escreve de forma superior neste blogue, lhe dá forma, corpo e nome, não tem medo de dar o peito às balas, não se rege pela mesma lógica nem pela mesma cartilha dos políticos de pacotilha. A mesma lógica que faz os partidos comportarem-se como autênticas rameiras oferecidas, sondando e oferecendo préstimos onde lhes cheira a descontentamento e a desilusão. Cobiçam a inteligência e a sensibilidade, mas não compreendem a coerência e a dedicação à causa pública. Investem na política quando deveriam, primeiro, investir na cidadania. Não percebem que alguém se possa mover por causas sem invejar lugares ou estatuto. Vai muito para além da compreensão de muitas cabecinhas.
Porque sei que o João não se deixa intimidar e porque sei que o João é um Homem de carácter, só me resta dizer-lhe uma coisa: vai em frente companheiro, segue indiferente aos snipers que à esquerda e à direita te vão tentar atingir. Desta chegaste-lhes bem! Ah pois foi!…

Um abraço.

GaloZico

De Rui Fonseca a 22 de Janeiro de 2009 às 21:06
Fiz as minhas diligências hoje por Porto de Mós e como sabemos há sempre uns cromos que temos para a troca de informação priviligiada e, pegando nas palavras de José Ferreira no comentário dele em relação ao Salgueiro e Jorge Vala podemos copiá-las para o post do Sr. João Gabriel em relação ao Vila Forte e ao PSD:"AMIGO QUE NÃO PRESTA e FACA QUE NÃO CORTA,QUE SE PERCAM,POUCO IMPORTA".
Nunca pensei em ver um partido como o PSD a ajoalhar-se a um inimigo, é deveras confrangedor e desolador.
Como é possivel ter o PSD chegado a esta situação?
Acho que vou para um retiro espiritual, porque a minha avó dizia que o mundo acabaria só com P**as e ladrões, o fim aproxima-se.
Só para terminar, Guarda Rios, não sei se reparaste ,mas ele não negou que tinha aceite o convite do PSD.
De Ana Narciso a 22 de Janeiro de 2009 às 19:13
Porquê?
De Guarda Rios a 22 de Janeiro de 2009 às 17:29
Senhor Joga, O que diz da Câmara e do PS,para os mais distraídos pode parecer que o Senhor está doidinho, mas o que escreve sobre o Vila Forte confirma-o. O Senhor diz que o Vila Forte faz oposição à oposição e por isso são inconsequentes e que não percebem nada disto de comunicar, o que dizer de um blog que nasceu de uma pessoa que foi o rosto do PS e que passa a vida a fazer oposição a quem tudo fez para derrotar o PSD? O que dizer de alguém que é jornalista ou pelo menos fala com eles e que devia ter conhecimento das regras da ética, não falo do respeito pelos seus vizinhos de blog, digo-o em relação à sua consciência, então o senhor passado este tempo todo é que decide aceitar fazer parte do caminho "ganhador" do PSD de Porto de Mós? Realmente era o que faltava a este PSD era juntar-se ao maior inimigo que teve na campanha de 2005. Este PSD e este Sr.que nada fez por Porto de Mós a não ser colaborar com um traidor e colocá-lo no trono, tem os dias contados,o Dr. Licinio Moreira deve andar ás voltas no tumulo.O que terá José Ferreira a dizer disto tudo?
De Joga a 22 de Janeiro de 2009 às 20:01
Caro Guarda Rios.
Obrigado pelo seu comentário, mas permita-me a seguinte nota:
A forma inflamada como reage é um pouco excessiva e as considerações pessoais que faz, dão razão ao que escrevi sobre a adopção por vezes, no blogue vizinho e amigo, de "uma postura panfletária que alimenta uma certa crispação a que chamam debate de ideias". Sabe, quem faz os blogues são as pessoas que neles escrevem e as que neles deixam comentários. Neste caso, a sua reacção não tem importância nenhuma, mas as considerações gratuitas de caracter pessoal que, por vezes surgem no blogue amigo Vila Forte, em vez de ajudarem a construir alternativas, "queimam-nas". Um blogue com a au^diência daquele, tem naturalmente outras responsabilidades. Quero deixar-lhe uma palavra de tranquilidade. Apenas cumpri o mote deste espaço: pela PALAVRA livre e responsável, com Porto de Mós como pano de fundo. Não se passa nada. E permita-me um peqeno pensamento: devemos respeitar as figuras do passado, mas ficar amarrado a elas impedirá qualquer um de ver o futuro que nasce debaixo das solas dos seus pés por cada passo que se dá em frente.
Aceite os meus cumprimentos.
De Guarda Rios a 23 de Janeiro de 2009 às 09:27
O Passado foi uma construção dos nosso atos, assim como o presente, que tanto empenho seu teve, ou achava, à altura dos factos, no seu jeito tranquilo e pensador, que alguém que trai pelo poder iria trazer algo de bom para o nosso concelho?
Já se viu que as suas "cavalgadas" para trazer melhorias à nossa terra saíram furadas, por favor não nos meta noutra é o que lhe peço.

Comentar post

>alerta gripe A

Clique aqui

Veja AQUI as recomendações do Departamento de Saúde Pública do Ministério da Saúde.

 

 

>pensamento do mês

 

>bloco de notas

 
   
>twitter

Segue-me em http://twitter.com
 
 

>vox pop

>iniciativas

 

PrémioPM

saber mais

ver candidatos

 

>videos


 

Impulso Tecnológico

Vídeo-documento

Quebar barreiras

Concelho turístico

Prevenir, prevenir, prevenir

Espírito de Natal

Há Movimento na Serra

PDM com Rosto Humano

>pensamento lógico

 

JUNHO

MAIO 09

ABRIL 09

MARÇO 09

FEVEREIRO 09

JANEIRO 09

DEZEMBRO 08

NOVEMBRO 08

OUTUBRO 08

SETEMBRO 08

AGOSTO 08

 JULHO 08 

 JUNHO 08

MAIO 08

ABRIL 08

MARÇO 08

FEVEREIRO 08

JANEIRO 08

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

>posts recentes

> Inauguração

> Argumentário

> Rescaldo eleitoral

> Voto com sentido

> Pré-campanha quente

> Debate autárquico - 2ª Pa...

> Debate autárquico - 1ª Pa...

> Argumentário de Agosto

> Ambientalistas contra par...

> Argumentário de Julho

> O filho pródigo

> Felicidades, Júlio Vieira

> Argumentário de Junho

> Uma questão pessoal

> Um Concelho de Freguesias

> Vêm aí o S. Pedro

> Argumentário de Maio

> Um repto

> Vida de repórter

> Não há factos, só silênci...

>pensar

>edição

>pesquisar

 

>arquivos

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Julho 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

> Março 2008

> Fevereiro 2008

> Janeiro 2008

> Dezembro 2007

> Novembro 2007

> Outubro 2007

> Setembro 2007

> Agosto 2007

> Julho 2007

> Junho 2007

> Maio 2007

> Abril 2007

> Março 2007

> Fevereiro 2007

> Janeiro 2007

> Dezembro 2006

> Novembro 2006

> Outubro 2006

> Agosto 2006

> Julho 2006

>this in English

>feeds