Intervenção cívica. Pela PALAVRA livre e responsável, com Porto de Mós como pano de fundo.

NOTÍCIAS porto de mós

Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008

A nossa “rentrée”

          Em rigor, não demos férias aos nossos ideais. Esse é um “luxo” que apenas cabe àqueles que há muito trocaram o serviço da Causa Pública por um mero exercício de poder bem remunerado para as suas habilitações e competências. Terão a “rentrée” que merecem.

          A nossa, é uma entrada discreta mas claramente empenhada. Apesar de tudo, ainda não desistimos de ajudar a construir um Concelho mais justo, solidário e desenvolvido.
          Já vai longe aquele Outubro de 2005. Feliz para uns, de má memória para outros, aquela foi uma oportunidade que os eleitores de Porto de Mós deram à mudança de políticas e uma outra oportunidade ao desenvolvimento da nossa terra, e isso, apesar de tudo, foi bom. Com a responsabilidade social que sentíamos por ter dado a cara por aquele projecto vencedor mas pressentindo algum mal maior, dissemos ao então recém-eleito vereador Rui Neves, em tom de sério aviso: “Se um dia vocês (os eleitos da lista que apoiamos) nos colocarem na posição de ter de escolher entre a defesa dos interesses das populações e os vossos próprios interesses pessoais, nem precisas de nos perguntar de que lado estamos!” Pois bem, este senhor vereador não nos fala, nem em público nem em privado há cerca de dois anos e percebe-se bem porquê, uma vez que não demos férias aos nossos princípios.
          Nesta ocasião, estamos suficientemente seguros na análise que fazemos da actuação deste executivo, para podermos garantir que estes senhores nunca terão o nosso empenhamento pessoal ou simples apoio em futuro acto eleitoral, uma vez que não se revelaram merecedores do nosso generoso voto de confiança.
          Esta declaração, fazemo-la sem o mais pequeno pretensiosismo pessoal de quem está a tentar pôr-se a jeito para apanhar boleia num qualquer comboio que conduza ao poder em próximas eleições, atitude, aliás, própria dos pequeno-políticos que não têm rasgo para outra coisa que não seja esperar pela oportunidade de lhes calhar alguma migalha caída da mesa das benesses do poder. É do lado das pessoas que estamos, como sempre, para a resolução dos problemas que a todos afectam e que, em alguns casos, esta equipa municipal é a principal responsável pela sua existência ou agravamento.
          Este blogue de intervenção cívica é, a partir de hoje, um espaço também de oposição, pela palavra, ao actual executivo municipal.
          Eis a nossa “rentrée”.

publicado por Joga às 00:01

link do post | comentar | favorito
11 comentários:
De Anónimo a 15 de Setembro de 2008 às 12:10
Vendo aqui os comentários e as criticas às promessas não cumpridas vêm me à memória o que pensei na altura das ultimas eleições. Não votei, porque na altura ainda não tinha idade para tal, mas o meu pensamento foi só um, nunca votaria num candidato que muda de partido e atraiçoa o seu antigo partido. Não se trata de vingança, não se trata de não achar que as pessoas podem mudar os seus ideais, apesar de achar estranho, mas quando se vê um dos fundadores de um partido de direita mudar para um partido de esquerda, já nada estranha. Trata-se de que a mudança foi feita apenas por uma razão, sede de poder e ninguém nessas condições pode ser um bom governante. Um bom governante tem como objectivo ajudar a melhorar o concelho que governa, não quer apenas ser presidente, quer ser apenas mais um a querer ajudar seja em que posição for.

Emanuel Santana
De Ana Narciso a 13 de Setembro de 2008 às 19:37
Sempre olhei para este blog como um espaço de oposição e de critica construtiva, mas ficou bem explicito que a partir de agora não é a " feijões" !!
Compreendido! Mas há um passo que todos devemos dar : mais do que palavras precisamos de acção e de propostas. O blog " vilaforte" já lançou muitas ... falta acção!!
De Anónimo a 12 de Setembro de 2008 às 13:08
Hoje passei por aqui porque alguém me alertou para ver este blog com este post.
Cá estou e nada de novo.
Críticas, mais críticas.
È fácil criticar quem governa.
Essa é a parte mais fácil mas dizer como fariamos se sefossemos nós a estar lá.
Que equipe escolheriamos para trabalhar connosco.
Como delinearimos um plano sócio económico, cultural e turistico para o concelho de Porto de mós de forma que pudessemos trazer mais valias a todos os níveis.
Isso eu gostaria de ver, para podermos discutir tal plano, qual amelhor forma de o pôr em prática.
Poder-se-ia fazer uma união de esforços trazendo para a discussão o cidadão anónimo, porque este objectivo tem de serum objectivo de toda a população do concelho.
Temos de aprender a motivar as pessoas pela positiva.
Ando cansada de criticas, de maledicência,de ataques pessoais.Não vai ser assim quechguemos a qualquer lugar.
Maria Antonieta Mariano
De Joga a 12 de Setembro de 2008 às 23:00
Cara Antonieta
Obrigado pelo seu comentário.
Ele, aliás, é revelador. Gostaria apenas de a convidar a consultar outros textos deste blogue onde, quem sabe, poderá encontrar algumas propostas concretas para o desenvolvimento da nossa terra. Não sei se concordará com as ideias que enformam esses textos, mas gostava que partilhasse connosco a sua opinião. Ao contrário do que afirma, não se trata, como verá, nem de maledicência nem de ataques pessoais...
Um abraço do
JoGa
De Anónimo a 13 de Setembro de 2008 às 16:18
Quando falei em maledicência ou ataques pessoais não queria referi r-me especificamente aos post deste blog e o que aqui escrevi´revela apenas o que penso única e simplesmente o que penso agora
Não sou contra os blogs sobretudo quando eles são blogs responsáveis e nesses e só nesses eu faço comentários.
Pareceu-me ser bem vinda a este e sou capáz de voltar mais vezes. Fiz como disse e dei uma volta pelos posts. Há muita coisa com sentido sim senhor.
Por isso aqui estou a reconhecê-lo tal como já faço há longo tempo no Vila Forte. mas acredite gostaria muito que ou aqui ou no Vila Forte fosse apresentado um plano conjuntoral para o concelho de Porto de Mós, aberto á discussão pública com idéias e sugestões.
Seria por certo uma mais valia.
Maria Antonieta Mariano
De Paulo Sousa a 13 de Setembro de 2008 às 00:59
Dª Antonieta,
Temos de encontrar uma forma diferente do repetido elogio, para criticar o que não concordamos.
Concorda com tudo?
Se sim, não fará sentido votar no CDS.
Se não, não faça tanto elogio ao executivo. Eu sem concordar, talvez por falha minha, não consigo elogiar.
De Maria Antonieta Mariano a 13 de Setembro de 2008 às 23:48
Começo por dizer que não sou dra .Sou Maria Antonieta e e assim que gosto de ser tratada.
respondendo agora ao que aqui foi dito sobre mim quero responder o seguinte:
Todos os executivos e digo todos porque foram mesmo todos quer autárquicos quer a nivel governamental não cumpriram o que foi prometido nas campanhas eleitorais. Nem PS,nem CDS/PSD, nem PSD
È só consultar os arquivos.
Claro que não concordo com tudo mas quem ganha eleições foi eleito pelo povo e deve governar até ao fim.
Depois será o povo que os julgará.
Cavaco Silva disse um dia" Deixem-me trabalhar"
Tinha sido eleito pelo povo portanto teve razão ao dizê-lo
Críticas sem alternativas consistentes no ponto a que chegou este país, penso que não faz grande sentido.
As pessoas estão a sentir muitas dificuldades e apenas veem que os politicos criticam-se uns aos outros, ganham muito bem , e fora da politica são todos amigos.
As pessoas estão fartas e cansadas de tudo isto, por isso simplesmente deixaram de votar, o que além de mau se torna perigoso. perante isto o que as pessoas querem é mesmo soluções.
Ora bem no caso de Porto de `Mòs o que se precisa é mais investimento para que se possa atrair empresas que criem riqueza e consequentemente emprego, que permita a fixação das pessoas e dos csais jovens.
Passará pelo emprego, por boa qualidade vida, ensino de excelência para seus filhos.
Se for possível fixar pessoas também o comérco terá mais valias.
Quando potencializarmos o turismo, a cultura, etc também o comércio terá mais valias.É assim uma bola de neve.
Por isso eu defendo um plano conjuntural para o concelho.
Quanto ao votar no CDS nem é tempo, nem aqui é o lugar para eu fazer a apologia do voto nem no CDS em em nenhum outro partido.
Aqui é um espaço livre onde se debatem ideias e projectos e eu isso quer aqui, quer no Vila Forte
respeitarei sempre.
È assim que eu penso caro Paulo e é assim que farei
Maria Antonieta Mariano



De Kuka a 13 de Setembro de 2008 às 01:50
Cara Maria Antonieta Mariano,
quem se põe a jeito do pau é normal que depois leve com ele nas costas!
Este executivo até pode ter tido boas intenções, até pode mostrar obra feita, ...mas está longe de cumprir com o prometido! Isto de prometer e depois falhar... no mínimo o que posso dizer é que é feio.
Além do mais, seja em que actividade for estamos sempre sujeitos à crítica. Claro que apenas aquela que é fundamentada deve ser levada em consideração. Agora não deve estar à espera que para criticar um vereador eu tenha de chegar a vereador e assim sucessivamente para outras situações!?
Já está na altura deles perceberem que da Serra agora nem bons ventos, nem 1 só voto.
De José Afonso a 11 de Setembro de 2008 às 20:30
arrepiei-me com este post.
E se fôr verdade?
Escrito no dia 11 de Setembro até parece o prenúncio da queda de um certo executivo camarário. Não por um acto terrorista como as torres gémias mas por vontade dos eleitores.
Vou tomar nota.
De Barbichasecompanhia a 11 de Setembro de 2008 às 16:52
Gostei do que li.
Agora temos de nos concentrar em quem virá, porque isso também é importante.
Quem vão ser os candidatos? Vale a pena apoiar algum? Algum tem o perfil indicado para presidente do nosso concelho? Qual o projecto que apresenta? Vai ser mentiroso como o que temos? Vai cumprir o programa? Qual a equipa que o acompanha?
MS
De pedro oliveira a 11 de Setembro de 2008 às 10:49
Serve este comentário, só para te enviar um abraço.

Pois vais ver que vai aparecer gente, que não percebe ou não quer perceber o papel de blogues como o PensarPM ou o Vila Forte.

Comentar post

>alerta gripe A

Clique aqui

Veja AQUI as recomendações do Departamento de Saúde Pública do Ministério da Saúde.

 

 

>pensamento do mês

 

>bloco de notas

 
   
>twitter

Segue-me em http://twitter.com
 
 

>vox pop

>iniciativas

 

PrémioPM

saber mais

ver candidatos

 

>videos


 

Impulso Tecnológico

Vídeo-documento

Quebar barreiras

Concelho turístico

Prevenir, prevenir, prevenir

Espírito de Natal

Há Movimento na Serra

PDM com Rosto Humano

>pensamento lógico

 

JUNHO

MAIO 09

ABRIL 09

MARÇO 09

FEVEREIRO 09

JANEIRO 09

DEZEMBRO 08

NOVEMBRO 08

OUTUBRO 08

SETEMBRO 08

AGOSTO 08

 JULHO 08 

 JUNHO 08

MAIO 08

ABRIL 08

MARÇO 08

FEVEREIRO 08

JANEIRO 08

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

>posts recentes

> Inauguração

> Argumentário

> Rescaldo eleitoral

> Voto com sentido

> Pré-campanha quente

> Debate autárquico - 2ª Pa...

> Debate autárquico - 1ª Pa...

> Argumentário de Agosto

> Ambientalistas contra par...

> Argumentário de Julho

> O filho pródigo

> Felicidades, Júlio Vieira

> Argumentário de Junho

> Uma questão pessoal

> Um Concelho de Freguesias

> Vêm aí o S. Pedro

> Argumentário de Maio

> Um repto

> Vida de repórter

> Não há factos, só silênci...

>pensar

>edição

>pesquisar

 

>arquivos

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Julho 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

> Março 2008

> Fevereiro 2008

> Janeiro 2008

> Dezembro 2007

> Novembro 2007

> Outubro 2007

> Setembro 2007

> Agosto 2007

> Julho 2007

> Junho 2007

> Maio 2007

> Abril 2007

> Março 2007

> Fevereiro 2007

> Janeiro 2007

> Dezembro 2006

> Novembro 2006

> Outubro 2006

> Agosto 2006

> Julho 2006

>this in English

>feeds