Intervenção cívica. Pela PALAVRA livre e responsável, com Porto de Mós como pano de fundo.

NOTÍCIAS porto de mós

Sábado, 5 de Janeiro de 2008

Carta aberta

Exmo senhor
Rui Cláudio
Pres. Conselho Executivo Escola Sec. Porto de Mós

          Serve a presente missiva para lhe expressar a minha tristeza pelo facto da Escola que dirige não participar na iniciativa da Universidade de Aveiro “Cidades criativas, reflexão sobre o futuro das cidades portuguesas”. Trata-se de um concurso nacional escolar dirigido aos alunos do 12º ano da disciplina de Área de Projecto que está a animar pedagogicamente muitas escolas secundárias do país. O nosso concelho está representado apenas pelo grupo “Os Mirenses” da Escola Secundária de Mira de Aire que constitui um dos 665 grupos inscritos no concurso.
          V. Excia terá certamente razões para que a escola secundária que dirige não ter agarrado esta oportunidade de proporcionar aos seus alunos mais velhos uma reflexão sobre a terra onde vivem e estudam, identificado o potencial urbano, cultural e tecnológico de Porto de Mós e apresentando propostas inovadoras e criativas para a qualificação e valorização da nossa vila. Mas, além do mais, perdeu-se a oportunidade de formar melhores cidadãos.
Porto de Mós, 27 Novembro 2007
Cumprimentos do
Joga
publicado por Joga às 13:04

link do post | comentar | favorito
11 comentários:
De André Narciso 12.ºB a 26 de Janeiro de 2008 às 23:48
Caro Joga
Repetindo o gesto das minhas caras colegas e amigas de escola, não por achar que as palavras delas foram insuficientes, pelo contrário, mas sim porque senti uma enorme necessidade de, também eu, expressar a minha opinião.
Não vou falar do que fazemos, pois conto com as belas palavras da S.A.V e também da caríssima Ana Narciso (da qual partilho apenas o sobrenome). Partindo da questão inicial, e referindo-me única e exclusivamente à questão levantada pelo Joga, quero informa-lo que, de facto, o grupo de alunos dos cursos de ciências socioeconómicas e ciências sociais e humanas, orientados pela excelente professora de Geografia, Fátima Costa foram informados da existência de um concurso de carácter nacional acerca desta reflexão concelhia.
Uma vez que a área curricular não disciplinar denominada Área Projecto, concede aos alunos a possibilidade de escolha da temática a abordar ao longo do ano lectivo, não é, de forma alguma, culpa do Conselho Executivo ou do professor coordenador que nenhum grupo se mostrasse reticente ao desafio da Universidade de Aveiro.
De qualquer forma, é meu dever informá-lo que outros grandes assuntos estão a ser trabalhados durante este ano lectivo. Entre eles, destaco o meu; Responsabilidade Social das Empresas e convido não só o caríssimo Joga como todos os leitores do blog a assistir a uma Palestra /Debate sobre esta temática no Cine-Teatro do nosso município a ter lugar no Mês de Abril (data a confirmar).
Com os melhores cumprimentos,
Porta-Voz do grupo A do 12ºB2
André Narciso
De Joga a 27 de Janeiro de 2008 às 01:00
Obrigado André pelo comentário oportuno. Fico então a aguardar pela concretização da data desta iniciativa. Vamos falando, OK? Dá cumps meus à professora Fátima Costa.
Abraço do
Joga
De S.A.V. a 23 de Janeiro de 2008 às 11:05
Caríssimos:
Foi com grande espanto que li o comentário publicado neste blog acerca dos alunos, da disciplina de Área de Projecto e do director da ESPM.
Comento porque acho que é fulcral que seja dada uma opinião de quem está do lado de dentro da situação...de um aluno. É lamentável que apenas se dirijam à nossa escola quando o objectivo é criticar negativamente o que fazemos, ou deixamos de fazer.
Quanto à disciplina de Área Projecto posso apenas dizer que, sendo esta disciplina destinada a alunos mais velhos, estes devem ter a responsabilidade e a consciência de escolher o tema que querem, tendo em conta os seus objectivos futuros, e não é por não participarmos num determinado projecto que deixamos de ter interesse na NOSSA vila e no NOSSO país!!!
Senão vejamos, que tal uma notícia que englobe todos os espectáculos, palestras e projectos em que a ESPM está envolvida. Todos os espectáculos de teatro, literatura e música que encantam gerações; todas as palestras realizadas no âmbito da disciplina de Área de Projecto que, com o apoio incondicional da direcção, se podem realizar com os mais diversos convidados; e os projectos... o Parlamento dos Jovens foi, sem dúvida, o projecto que mais elevou o nome da escola, conseguimos ,não só, ter uma excelente prestação a nível distrital, pois fomos uma das 3 escolas que representaram o distrito, como também fomos brilhantes, repito brilhantes a nível NACIONAL: qual foi o projecto de recomendação da comissão? O NOSSO. Qual foi a pergunta feita aos deputados da AR presentes? A NOSSA. Quem foi a vice-presidente da mesa? A NOSSA.Quem foi um dos 4 estudantes a nível nacional eleito para a comissão de redacção? Um aluno NOSSO. No projecto final a nível nacional qual a escola que continha, nesse mesmo projecto a apresentar à AR, as suas medidas? A NOSSA.
Portanto quando quiserem criticar o que não fazemos, lembrem-se também de mencionar o que fazemos ( e fazemos MUITO bem!!). E todos estes projectos foram realizados, com sucesso, com o empenho dos alunos e com a ajuda dos excelentes profissionais desta escola!
Um abraço

De Joga a 23 de Janeiro de 2008 às 13:38
Caro SAV
Obrigado pelo seu comentário. Como compreenderá, ninguém estará acima da crítica. Nem nós nem os dirigentes ou instituições que por algum motivo são objecto de notícia ou simples comentário. Aproveito para reiterar o convite que fiz ao presidente do Conselho Executivo da ESPM: comunique-me as notícias da sua escola que considere relevantes e deixe que seja a comunidade a tecer-vos elogios... ou partlhar críticas. (conhece o meu mail: pensarpm@sapo.pt) Todos diferentes, todos iguais no tratamento e no debate por um concelho melhor.
De Nádia e Joana 12ºA a 24 de Janeiro de 2008 às 11:58
Se deseja informações acerca do que se faz na nossa escola, deverá procurá-las por si mesmo, e não pedir para alimentarmos o seu blog, cujo objecto é criticar aquilo que desconhece. Para saber do que de melhor se faz na Área de Projecto dos alunos da Escola Secundária de Porto de Mós, sugerimos que visite por exemplo este blog: http://umavidacomadiabetes.blogspot.com, ou então acompanhe as iniciativas que irão ser realizadas subordinadas aos temas tratados e aí poderá fazer uma crítica credível ao que os alunos tanto se empenham em fazer. Temos dito.
De Joga a 24 de Janeiro de 2008 às 13:33
Olá Nadia e Joana
Obrigado pelo vosso comentário. Agradeço também o vosso contributo, para a divulgação das actividades da disciplina de Area de Projecto. Levo muito a sério as vossas "recomendações" mas gostaria, nesta faze da discussão, lembrar a origem desta troca de impressões. Convido-vos por isso a reler a Carta aberta. As actividades que vocês desenvolvem na Área de Projecto não invalidam que não pudessem aderir, com igual sucesso, à iniciativa "Cidades Criativas"- uma iniciativa que reputo de credível e inovadora. Do meu ponto de vista perderam uma oportunidade mas há naturalmente mais vida para além deste concurso. Felicidades para as vossas actividades escolares e continuem empenhadas nos vossos projectos.
Abraços
De corrente a 14 de Janeiro de 2008 às 22:49
Caríssimos
É de facto uma tristeza, a existir a possibilidade que pelos vistos existiu, verificar que mais uma vez se revela a fraca qualidade, não das instituições mas de quem as dirige.
1º - Todas as Instituições deveriam ter um gabinete de Comunicação, de forma a tratar dos assuntos relacionados com essas matérias.
2º - Não é de bom tom deixar ao livre arbítrio dos alunos o seu empenho e desenvolvimento no adquirir de competências e no seu respectivo desenvolvimento.

Posto isto, espera-se que para o futuro não seja necessário um blogue , de estrema importância diga-se, para que os representantes e responsáveis das Instituições venham a terreiro insinuar e defender-se daquilo que nada fazem ou que deveriam ter feito, pois para isso é que estão em lugares tão representativos, como a simples Direcção de uma escola.
Sei que não é fácil tamanhas responsabilidades, mas começa a ser tempo em que se devem preparar as pessoas para a delegação de poderes.
Pois de certeza que o Sr. Director não conseguiu inscrever ninguém porque não teve apoio de outros seus consortes, delegando a responsabilidade que deveria ser sua nos alunos, claro deu bota.
De pedrosa a 8 de Janeiro de 2008 às 22:02
Regista-se a resposta do prof. rui claudio, mas é uma resposta tão fraquinha...um presidente de um conselho directivo não terá mais do que dizer do que banalidades?è lá com eles! e a escola não tem uma estratégia?uma linha condutora? claro que não !
Coitados dos nossos jovens, orientados para coisa alguma.A D.Ana sempre foi capaz de dizer o que se faz de bem nessa escola, já o Sr.director… fraquinho,muito fraquinho!
De Rui Cláudio Ferreira de Almeida a 8 de Janeiro de 2008 às 17:13
Exmo. Sr.
Os temas desenvolvidos pelas turmas do 12º ano no âmbito da disciplina Área de Projecto são da estrita responsabilidade dos alunos, tendo em vista as suas perspectivas futuras, com a supervisão dos professores orientadores.
É de lamentar que ao emitir comentários públicos sobre a actuação desta escola o autor do blogue não tenha cumprido uma regra elementar que é a de se informar sobre a situação da escola e o contexto em que ela tem de laborar.
Já agora uma sugestão: quando quiser saber o que efectivamente a Escola Secundária de Porto de Mós anda a fazer, dirija-se à escola, onde lhe serão dadas todas as informações necessárias, assim como serão aceites as críticas à sua actuação. Mas como é óbvio, isso implica dar a cara e não esconder-se atrás de um blogue. Nós não o fazemos.
De Joga a 8 de Janeiro de 2008 às 21:02
Obrigado, Prof. Rui Cláudio, pelo seu comentário. Ficamos a saber que o que os alunos fazem na disciplina Área de Projecto é lá com eles, competindo à escola apenas a nomeação de um professor orientador, como supervisor. Perdoe-me, mas a expressão da minha tristeza (e não passa disso...) parece continuar a fazer todo o sentido. Quanto ao resto do seu comentário, e com a amizade e respeito que o meu amigo e ex-colega de profissão nessa escola me merece, deixe que lhe diga, é um pouco inusitado. Aceito contudo a sua sugestão no sentido de dar a conhecer a toda a comunidade as actividades desenvolvidas nessa escola. Fico, por isso, a aguardar pelas notícias da nossa Escola Secundárias que V. Ex.cia entenda dever divulgar.
Um abraço

De ana.narciso@pluricanal.net a 7 de Janeiro de 2008 às 16:59
Eu não tenho que defender a Escola Secundária porque não precisa , mas quando as escolas são notícia pelo que não fazem, é de elementar justiça divulgar quando fazem bem. O ano passado esta Escola foi convidada a a participar num encontro com o prémio Nobel da Medicina na Fundação Calouste Gulbenkian. Porquê? Porque obteve os melhores resultados a biologia entre todas as escolas do Distrito . Conseguiu também colocar um aluno no Parlamento dos Jovens e pelo que vi na Imprensa saiu-se muito bem . Organizou um festival de poesia e de literatura que me encantou . Enfim estes são os factos que conheço . Caberá á escola divulgar outros se assim o entender.

Comentar post

>alerta gripe A

Clique aqui

Veja AQUI as recomendações do Departamento de Saúde Pública do Ministério da Saúde.

 

 

>pensamento do mês

 

>bloco de notas

 
   
>twitter

Segue-me em http://twitter.com
 
 

>vox pop

>iniciativas

 

PrémioPM

saber mais

ver candidatos

 

>videos


 

Impulso Tecnológico

Vídeo-documento

Quebar barreiras

Concelho turístico

Prevenir, prevenir, prevenir

Espírito de Natal

Há Movimento na Serra

PDM com Rosto Humano

>pensamento lógico

 

JUNHO

MAIO 09

ABRIL 09

MARÇO 09

FEVEREIRO 09

JANEIRO 09

DEZEMBRO 08

NOVEMBRO 08

OUTUBRO 08

SETEMBRO 08

AGOSTO 08

 JULHO 08 

 JUNHO 08

MAIO 08

ABRIL 08

MARÇO 08

FEVEREIRO 08

JANEIRO 08

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

>posts recentes

> Inauguração

> Argumentário

> Rescaldo eleitoral

> Voto com sentido

> Pré-campanha quente

> Debate autárquico - 2ª Pa...

> Debate autárquico - 1ª Pa...

> Argumentário de Agosto

> Ambientalistas contra par...

> Argumentário de Julho

> O filho pródigo

> Felicidades, Júlio Vieira

> Argumentário de Junho

> Uma questão pessoal

> Um Concelho de Freguesias

> Vêm aí o S. Pedro

> Argumentário de Maio

> Um repto

> Vida de repórter

> Não há factos, só silênci...

>pensar

>edição

>pesquisar

 

>arquivos

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Julho 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

> Março 2008

> Fevereiro 2008

> Janeiro 2008

> Dezembro 2007

> Novembro 2007

> Outubro 2007

> Setembro 2007

> Agosto 2007

> Julho 2007

> Junho 2007

> Maio 2007

> Abril 2007

> Março 2007

> Fevereiro 2007

> Janeiro 2007

> Dezembro 2006

> Novembro 2006

> Outubro 2006

> Agosto 2006

> Julho 2006

>this in English

>feeds