Intervenção cívica. Pela PALAVRA livre e responsável, com Porto de Mós como pano de fundo.

NOTÍCIAS porto de mós

Segunda-feira, 13 de Agosto de 2007

Caminhos de Fátima

          Para João Salgueiro, há todo o interesse em recuperar e revitalizar os percursos que fizeram o caminho português para Santiago de Compostela e vai disponibilizar os serviços municipais para fazer o levantamento desses percursos no nosso concelho. Naturalmente conta com o apoio do organismo que gere este produto turístico, o Xacobeo, cuja missão é dinamizar o turismo galego através da exploração do imaginário remoto das antigas peregrinações a Santiago de Compostela. Resta saber, afinal, que interesse é esse que, de súbito, faz do nosso presidente da Câmara um dos mais recentes entusiasta deste projecto do turismo cultural espanhol.

 

          Evocando a história epicamente romanceada pelo punho de Maria Ventura, também o nosso primeiro rei terá sido interpelado por este fenómeno galego mas agiu de forma diferente. Os dias eram outros… Afonso Henriques procurou contrariar a saída de benefícios do reino de Portugal, recém fundado, e que rumavam com os peregrinos para norte, para Santiago de Compostela. Com essa intenção mandou construir em Lisboa o convento de S. Vicente e nele colocou, trasladados de Sagres, os restos mortais deste santo martirizado pelos romanos no séc. IV na esperança de aqui fundar um próspero centro de peregrinações ibéricas. Mas, como é notório, Afonso Henriques não teve grande sucesso neste projecto. 

          Ironia do destino, o centro internacional de peregrinações haveria de nascer em Portugal, séculos mais tarde, numa terra que o próprio rei Afonso Henriques doou ao cavaleiro Gonçalo Henriques, o traga mouros, pela conquista de Alcácer. Fátima era o nome da moura raptada em Alcácer pela paixão daquele cavaleiro. Por vontade da princesa Teresa, filha do nosso primeiro rei, a moura Fátima foi baptizada com o nome de Oureana. O cavaleiro Gonçalo Henrique foi investido alcaide de Abdegas, terra esta que também mudou o nome para Ourém em homenagem a Oureana e por vontade da princesa Teresa. Fátima, nome da moura cativa antes do baptismo cristão, é hoje a terra e o fenómeno espiritual que conhecemos.
          Não sabemos se Afonso Henriques alguma vez foi em devota peregrinação a Santiago, mas sabemos que João Salgueiro se fez peregrino de Fátima num gesto que marcou o seu primeiro acto público como presidente eleito. Se é certo que ninguém consegue penetrar no espírito e nas intenções de um peregrino, não é menos verdade que aquela experiência pessoal do nosso presidente deveria, pelo menos, tê-lo sensibilizado para as condições de insegurança rodoviária a que estão sujeitos os peregrinos de Fátima que percorrem a pé o nosso concelho rumo àquele santuário mariano. Seria porventura mais útil e necessário ocupar os serviços municipais na marcação e protecção dos caminhos de Fátima que atravessam a nossa terra.

          Hoje foi dia de peregrinação. A Fátima, bem se vê.

publicado por Joga às 14:42

link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De corrente a 3 de Outubro de 2007 às 01:52
O problema vai ser o custo dos cosméticos , e se ainda vai algum para o Fundo dos Funcionários para irem a Santiago.
Deixem-se de tretas, valorizem o que ai têm, se não sabem fazer organizem-se e peçam ajuda aos nossos Hermanos autênticos profissionais das artes de iludir, pois só assim é que vão ver as figas que eles nos fazem quando se trata de dar, pois como se sabe eles estão muitos anos luz à nossa frente na área empresarial. De facto Portugal é não só um pais pequeno, como ainda é mesquinho.
De quanto é o investimento para a nossa ajuda, qual o valor acrescentado que isso nos trás, poderiamos talvez inserir na parte traseira das placas de identificação do Caminho de Santiago a referência a Fátima, pois ao subirem lia-se C. Santiago ao descer Fátima. Era uma grande ajuda poupava-se em placas. Tenham mas é tino, desenvolvam é os Conselhos Portugueses e se os Hermanos querem papa que comam milúpa .
De Ana Narciso a 14 de Agosto de 2007 às 22:54
O Partido Socialista concorda com as prioridades do executivo que ajudou a eleger?
O silêncio sobre procedimentos questionáveis e dinheiros públicos gastos em obras de cosmética , começa a ser insuportável.

Comentar post

>alerta gripe A

Clique aqui

Veja AQUI as recomendações do Departamento de Saúde Pública do Ministério da Saúde.

 

 

>pensamento do mês

 

>bloco de notas

 
   
>twitter

Segue-me em http://twitter.com
 
 

>vox pop

>iniciativas

 

PrémioPM

saber mais

ver candidatos

 

>videos


 

Impulso Tecnológico

Vídeo-documento

Quebar barreiras

Concelho turístico

Prevenir, prevenir, prevenir

Espírito de Natal

Há Movimento na Serra

PDM com Rosto Humano

>pensamento lógico

 

JUNHO

MAIO 09

ABRIL 09

MARÇO 09

FEVEREIRO 09

JANEIRO 09

DEZEMBRO 08

NOVEMBRO 08

OUTUBRO 08

SETEMBRO 08

AGOSTO 08

 JULHO 08 

 JUNHO 08

MAIO 08

ABRIL 08

MARÇO 08

FEVEREIRO 08

JANEIRO 08

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

>posts recentes

> Inauguração

> Argumentário

> Rescaldo eleitoral

> Voto com sentido

> Pré-campanha quente

> Debate autárquico - 2ª Pa...

> Debate autárquico - 1ª Pa...

> Argumentário de Agosto

> Ambientalistas contra par...

> Argumentário de Julho

> O filho pródigo

> Felicidades, Júlio Vieira

> Argumentário de Junho

> Uma questão pessoal

> Um Concelho de Freguesias

> Vêm aí o S. Pedro

> Argumentário de Maio

> Um repto

> Vida de repórter

> Não há factos, só silênci...

>pensar

>edição

>pesquisar

 

>arquivos

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Julho 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

> Março 2008

> Fevereiro 2008

> Janeiro 2008

> Dezembro 2007

> Novembro 2007

> Outubro 2007

> Setembro 2007

> Agosto 2007

> Julho 2007

> Junho 2007

> Maio 2007

> Abril 2007

> Março 2007

> Fevereiro 2007

> Janeiro 2007

> Dezembro 2006

> Novembro 2006

> Outubro 2006

> Agosto 2006

> Julho 2006

>this in English

>feeds