Intervenção cívica. Pela PALAVRA livre e responsável, com Porto de Mós como pano de fundo.

NOTÍCIAS porto de mós

Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2009

1º encontro de bloguistas

          A transmissão em directo, através do blogue do evento, foi a grande novidade da reunião que juntou, no passado sábado, alguns bloguistas do nosso concelho. No final ficou a pergunta: e agora, o que fazer com isto?

 

1º encontro de bloguistas de Porto de Mós          No blogue oficial do encontro pode ler-se que “a transmissão foi acompanhada por 85 utilizadores” alguns dos quais assistiram e participaram no encontro em países tão distintos como França, Espanha, Inglaterra e Estados Unidos da América. Este primeiro encontro de bloguistas teve, assim, uma assistência bem superior a qualquer Assembleia Municipal, o que nos leva a pensar que a transmissão em directo das Assembleias poderia fazer muito pela informação e participação cívica dos portomosenses na vida do seu município. Na lógica do velho rifão, tratar-se-ia de levar a montanha a Maomé…

          Não era suposto que saísse deste encontro qualquer compromisso que fosse para além do exercício frequente do uso da liberdade de expressão escrita dos bloguistas. Contudo, tivemos a oportunidade de verificar a necessidade da nossa administração local melhorar as infra-estruturas públicas de acesso à rede mundial (estabelecimentos de ensino, juntas de freguesia, zonas wireless, etc.). Depois, não seria descabido a organização de um concurso anual de blogues do concelho em moldes a definir.
          O debate durou mais de duas horas e começou com um conjunto de “provocações” de João Neto, autor do blogue “Porto de Mós 2025”, que, teatralmente, abandonou o encontro no fim da sua intervenção para voltar ao convivo dos bloguistas já o encontro tinha terminado. Foram abordados temas como a comunicação presencial e a comunicação escrita, a gestão de comentários e as virtudes da blogosfera, tendo os nossos amigos do blogue “Vila Forte“ aproveitado para fazer uma exaustiva promoção do seu espaço na blogosfera.
publicado por Joga às 00:01

link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009

A crise chegou ao concelho

          Um mês depois de termos alertado para a situação de  pré-emergência social em que vivemos, o executivo municipal parece estar paulatinamente a acordar do sono da avestruz.

 
Foto AECP          Salgueiro, sensibilizado talvez pela acção de autarcas vizinhos na defesa da indústria cerâmica nos seus concelhos, vem a público anunciar que esteve reunido com o Governo, há cerca de um mês, com quem falou dos problemas do sector da cerâmica e lança um conjunto de sugestões que não se percebe bem se já as apresentou ao Governo ou se apenas as enunciou publicamente.
          Entretanto, a crise está também instalada na actividade de exploração de calçada, única fonte de rendimento de centenas de famílias do nosso concelho, sobretudo das freguesias serranas, que já estão a sentir os efeitos da crise em suas casas. Queixam-se sobretudo da falta de pagamento dos empreiteiros que levam a pedra e das exigências legais que são cada vez mais difíceis de suportar. Estes factos são mesmo apontados por um antigo dirigente da Associação dos Exploradores de Calçada Portuguesa como determinantes para um crescente abandono da actividade, um baixar de braços que pode tornar-se problemático em termos sociais.
          Não é conhecida nenhuma diligência governamental do presidente Salgueiro em defesa desta actividade que dá emprego a centenas de portomosenses. Sabe-se apenas que se prepara para inaugurar uma rotunda no Alqueidão da Serra com um “boneco”, que diz ser uma “surpresa” em homenagem aos homens da pedra.
          “A Câmara podia fazer mais por a gente”, diz  inconformado, um trabalhador da pedra.
publicado por Joga às 00:01

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 12 de Fevereiro de 2009

Argumentário de Janeiro

 

       “Porto de Mós precisa de um grande empurrão."

         ANTONIETA MARIANO, ex-candidata à Câmara Municipal, in Região de Leiria.


PensarAnimado

      “Jorge Vala era o meu candidato.”

          ►JOÃO SALGUEIRO, presidente da Câmara, in Jornal de Leiria.


      “Há um clima de medo em Porto de Mós.”

          ►LUÍS MALHÓ, presidente da Assembleia Municipal, in Jornal de Leiria.


      "Não sei a que é que se referem."

          ►JOÃO SALGUEIRO, presidente da Câmara, in Região de Leiria.


 

      "Cine-teatro de Porto de Mós mete água."

          ►TITULO, Jornal de Leiria, acrescentado que sistema de ar condicionado também regista anomalias apesar das obras recentes efectuadas pela Câmara.


     
     
© Statler & Waldorf são dois personagens da série "The Muppet Show", uma criação de Jim Henson.

 

publicado por Joga às 00:01

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2009

Segredos de uma vitória

 

          A internet e os blogues farão parte do segredo que está por detrás de uma campanha eleitoral vencedora? Agora, que os motores das máquinas partidárias estão a dar os primeiros “roncos” para a corrida autárquica, abrimos o livro e revelamos como vencer eleições em meios pequenos.

 

          “Se caíssemos na armadilha do ornitorrinco, poderíamos argumentar que a internet pode ser um veiculo excepcional para o marketing político, considerando o público como audiência que é possível reunir e incentivar com uma mensagem.”- Giuseppe Granieri

 

          Apesar da obtenção de muitas atenções de políticos e observadores para a internet, o senador americano Howard Dean, que fez a sua campanha eleitoral em 2003/04 centrada nos blogues e na Rede, conseguiu apenas… um rotundo fracasso. Tratou-se daquilo a que muitos chamaram “muita parra e pouca uva”. Segundo os estudiosos do fenómeno, a aventura pioneira de Dean falhou porque não havia um candidato por detrás da campanha, não havia nem uma estrutura política nem lobbies e faltaram muitos outros ingredientes que pudessem fazer prevalecer as suas ideias junto dos eleitores. Falhou, em suma, a transferência da blogosfera para o mundo real.         e-book

           Por conseguinte, não vai ser ainda em Porto de Mós que a blogosfera vai ter um papel decisivo na escolha do próximo presidente da Câmara. Ironicamente, para a sua própria eleição, João Salgueiro não precisa de ser leitor ou de se preocupar em demasia com qualquer blogue.

          Isto não significa que a internet deva ficar à margem da próxima campanha. A possibilidade dos portomosenses cooperarem e trabalharem em conjunto por aquilo que consideram ser o bem comum, a causa pública, é hoje mais fácil porque temos a possibilidade de estar mais ligados do que em qualquer outro momento da nossa história, graças à internet.

          De resto, com o objectivo de dar ao leitor elementos para que possa descodificar a evolução de uma campanha eleitoral bem organizada e recompensadora sugiro a leitura de “O Segredo da Vitória - como ganhar eleições autárquicas em meios pequenos”, um e-book de Rui Gabriel. Boa leitura.

publicado por Joga às 00:01

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

>alerta gripe A

Clique aqui

Veja AQUI as recomendações do Departamento de Saúde Pública do Ministério da Saúde.

 

 

>pensamento do mês

 

>bloco de notas

 
   
>twitter

Segue-me em http://twitter.com
 
 

>vox pop

>iniciativas

 

PrémioPM

saber mais

ver candidatos

 

>videos


 

Impulso Tecnológico

Vídeo-documento

Quebar barreiras

Concelho turístico

Prevenir, prevenir, prevenir

Espírito de Natal

Há Movimento na Serra

PDM com Rosto Humano

>pensamento lógico

 

JUNHO

MAIO 09

ABRIL 09

MARÇO 09

FEVEREIRO 09

JANEIRO 09

DEZEMBRO 08

NOVEMBRO 08

OUTUBRO 08

SETEMBRO 08

AGOSTO 08

 JULHO 08 

 JUNHO 08

MAIO 08

ABRIL 08

MARÇO 08

FEVEREIRO 08

JANEIRO 08

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

>posts recentes

> Inauguração

> Argumentário

> Rescaldo eleitoral

> Voto com sentido

> Pré-campanha quente

> Debate autárquico - 2ª Pa...

> Debate autárquico - 1ª Pa...

> Argumentário de Agosto

> Ambientalistas contra par...

> Argumentário de Julho

> O filho pródigo

> Felicidades, Júlio Vieira

> Argumentário de Junho

> Uma questão pessoal

> Um Concelho de Freguesias

> Vêm aí o S. Pedro

> Argumentário de Maio

> Um repto

> Vida de repórter

> Não há factos, só silênci...

>pensar

>edição

>pesquisar

 

>arquivos

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Julho 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

> Março 2008

> Fevereiro 2008

> Janeiro 2008

> Dezembro 2007

> Novembro 2007

> Outubro 2007

> Setembro 2007

> Agosto 2007

> Julho 2007

> Junho 2007

> Maio 2007

> Abril 2007

> Março 2007

> Fevereiro 2007

> Janeiro 2007

> Dezembro 2006

> Novembro 2006

> Outubro 2006

> Agosto 2006

> Julho 2006

>this in English

>feeds