Intervenção cívica. Pela PALAVRA livre e responsável, com Porto de Mós como pano de fundo.

NOTÍCIAS porto de mós

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008

Regresso a Angola

          Mais de 130 mil portugueses estão em Angola. Vão como emigrantes, consultores ou empresários. Os angolanos chamam-lhes “expatriados”. Em tempo de crise generalizada, também alguns portomosenses não resistiram a um certo “apelo de África” e embarcaram nesta verdadeira ponte aérea, rumo à terra da oportunidade. Por uma semana, aceitamos um desafio e partimos também.

 
          30 de Maio de 1659. Frei Diogo de S.to Alberto, um portomosense do Alqueidão da Serra e os companheiros Carmelitas Descalços, partiam  para Angola com a missão de fundar, um dos melhores conventos daquela congregação religiosa.
          Cerca de 350 anos depois, estou em pleno voo comercial, com três colegas de trabalho, rumo a Luanda. Missão: ajudar a lançar a primeira televisão privada daquele país, a TV Zimbo, que iniciará as suas emissões regulares já no dia 14 de Dezembro.
          A comparação é, no mínimo, curiosa. A minha aventura só agora começou mas se nem o nosso Frei Diogo precisou de um milagre para fundar um dos melhores conventos de Angola, acredito que este canal de televisão vai revolucionar o panorama do audiovisual angolano. Estamos todos muito empenhados nisso.
          De resto, espero que o regresso a Porto de Mós seja preenchido com a alegria interior do dever cumprido e sem sobressaltos, ao contrário do que aconteceu ao nosso frade Carmelita que viu naufragar o navio em que seguia. Frei Diogo foi dado como morto e, em sua memória, foram mesmo efectuadas as exéquias do costume. Tempo largo mais tarde, através do reino de Castela soube-se que ele havia sobrevivido ao ser socorrido por um barco mouro. Estava cativo em Argel e para a sua libertação muito contribuiu D. Maria, duquesa de Aveiro, e seu marido, que pagaram o fiança.
          A circunstância profissional em que me encontro mais não fez do que resgatar do meu esquecimento a memória, um tanto épica, deste nosso conterrâneo e lembrar todos os portomosenses pioneiros e empreendedores de algum dia… mesmo que o "regresso a Angola" não seja mais do que o simples e rotinado regresso diário ao local de trabalho.

 

publicado por Joga às 00:01

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008

A razão de Febo

          Febo, que significa “brilhante”, era o deus mais belo de Roma. Em Porto de Mós, por detrás deste pseudónimo está alguém que, não dando a cara, passou com elegância o teste de credibilidade. Febo fez luz sobre o problema do abastecimento de água ao Alqueidão da Serra e apanhou o presidente Salgueiro em falso.

 
          Num comentário que colocou no post “Argumentário de Setembro”,  Febo questiona a declaração de Salgueiro ao “Portomosense” quando afirma que “o Alqueidão vai receber água da EPAL, de Mira de Aire, e que o projecto está quase pronto” , apresentando os argumentos que transformam esta afirmação numa pequena mentira, lança mesmo o desafio: “Alqueidoenses, perguntem à EPAL pelo projecto, se existe ou se está nos seus planos de investimentos a remodelação do sistema de Fátima, a partir de Castelo do Bode? “
          Seguindo esta pista, fizemos um pedido de informação junto da EPAL logo no dia 6 de Outubro, do seguinte teor: “no sentido de obter algum esclarecimento fidedigno, desejaria que a EPAL informasse, tão claramente quanto possível, se existe algum projecto ou se está nos seus planos de investimentos a remodelação do sistema de Fátima, a partir de Castelo do Bode, que será fundamental para que a água da Companhia chegue às torneiras de Alqueidão da Serra. Ou, mais simplesmente, existe alguma possibilidade de a EPAL vir a abastecer, a curto prazo, a sede de freguesia de Alqueidão da Serra?"
          A resposta veio a 13 de Outubro:
          “Caro João Gabriel
          Em resposta ao seu pedido de informação, passamos a esclarecer:
          Neste momento e para o Município de Porto de Mós apenas estamos a abastecer Mira d’Aire.
          Qualquer alteração ao sistema actual carece de uma avaliação técnica e económica do subsistema do Médio Tejo.
         Cumprimentos e ao dispor para eventuais esclarecimentos.
          Gabinete de Imagem e Comunicação”
 
          Sabemos que, por via do nosso pedido de informação, a EPAL contactou a Câmara de Porto de Mós e foi marcada uma reunião.
          Isto prova que Febo, um cidadão que não dá a cara, é bem mais credível quando participa num blogue, do que aquele que usa e abusa das páginas do jornal local para “dar a cara” por tudo e por nada. Esta é a razão de Febo.
publicado por Joga às 00:01

link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

Dias difíceis

          No ano em que o governo lança a grande operação de marketing chamada “e-escolinhas”, um impulso tecnológico virado para os jardins de infância, o blogue “Pequenos Jornalistas”, pioneiro entre nós no uso das novas tecnologias por crianças dos 3 aos 5 anos, deixa de fazer parte do projecto pedagógico do Jardim de Infância da Tremoceira com evidentes prejuízos para as crianças que frequentam aquela escolinha.

 
Bogue Pequenos Jornalistas
SEJAM FELIZES :)) é o último post do blogue dos Pequenos Jornalistas que encerra com um hino à Amizade. Don't Worry Be Happy, melhores dias virão.
          25 de Setembro de 2005, último dia da pré-campanha eleitoral para as eleições autárquicas. Com pompa, circunstância e muito eleitoralismo à mistura o presidente da Câmara José Ferreira inaugura aquele Jardim de Infância. Numa acção de “marcação” do nosso adversário (como o leitor saberá, eu era candidato nas listas do PS e responsável pela campanha) João Salgueiro, Rui Neves e outros foram à inauguração e sugeriram que os acompanhasse. Aquela era apenas uma acção de “afrontamento” pouco importante para a nossa estratégia. Como a minha concepção de campanha não passava por inaugurações, fiquei no carro. Enquanto esperava examinei todo aquele foguetório e o que verdadeiramente estava em jogo com aquele melhoramento. “Um dia hei-de voltar aqui...  e entrar”, pensei para comigo em jeito de desafio interior e, ao mesmo tempo, com um certo sentimento de culpa por aquele “uso abusivo” que, também a minha lista, estava a fazer daquela escolinha.
          E voltei.
          Em 2006, levei uma câmara de vídeo e passamos uma tarde a brincar aos telejornais. Fique sobretudo fascinado com a dedicação e competência da professora Graça no uso das Tecnologias de Informação, como instrumento pedagógico, corporizado no blogue “Pequenos Jornalistas” e no projecto “e-twinning”.
          Só a velocidade da internet era obstáculo.
          Assumi voluntariamente o papel de “embaixador” para a resolução do problema, dando-o a conhecer publicamente (ver Uma escola encantadora), falando pessoalmente com o vereador Rui Neves e enviando-lhe uma Carta Aberta.
          Em vão.
          Em 2007 voltei de novo ao Jardim de Infância. Através do blogue dos "Pequenos Jornalistas" fiquei a saber que Maria, uma das crianças, estava muito triste porque a gata dela havia morrido, atropelada por um automóvel. Agora a minha visita foi para levar uma gatinha pequenina que a Maria escolheu através de fotografias que enviei pela Net lá para a escola. Desta vez percebi um certo cansaço e desencantamento da professora, fruto do enorme empenho e de centenas de horas extra dadas ao projecto “Pequenos Jornalistas” sem que houvesse, por parte da Câmara o reconhecimento da necessidade da internet de banda larga, apenas promessas evasivas.
          Recentemente fomos surpreendidos por uma polémica envolvendo o vereador dsa Educação, Rui Neves ,e o Blogue “Vila Forte” nas páginas do “Região de Leiria”.
          Neste jornal, Rui Neves parece questionar-se a si próprio: “Alguma vez faria alguma retaliação que envolve miúdos de três e cinco anos?” Sabemos bem a resposta. E Rui Neves também. Se as crianças estivessem no centro da acção política do vereador da Educação do nosso Município, há muito que o problema (simples, por sinal) da banda larga no Jardim de Infância da Tremoceira estaria resolvido. O resto são indisfarçáveis manobras de diversão e arrevesadas desculpas de mau pagador.
          Tempos difíceis, para as flores deste Jardim…
publicado por Joga às 00:01

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Argumentário de Outubro


           "As oportunidades existem para todos mas agarram-nas os que são competentes.

          CONCEIÇÃO ZANGALO, directora IBM Portugal, acerca da participação do Jardim de Infância de Porto de Mós no "Travelling Toys", uma iniciativa daquela multinacional, in O Portomosense.
 

PensarAnimado
          "Sendo uma autarquia PS, não noto que ao nível de apoios públicos tenha havido qualquer melhoria."
          ►
JOÃO ALMEIDA, empresário, comentando a previsão de investimento público no concelho através do PIDDAC, in O Portomosense.
          "Salgueiro rejeita "namoro" de Sapinho."
          ►
TÍTULO, O Portomosense, adiantando que o presidente da Câmara manterá Porto de Mós na Região de Turismo Leiria-Fátima.
          "A educação começa com a mama."
          ►
JÚLIO PEDROSA, Prof. Catedrático, acrescentando que o modo de vida das famílias tem grande impacto nos resultados escolares das crianças, in Região de Leiria.
     
     
© Statler & Waldorf são dois personagens da série "The Muppet Show", uma criação de Jim Henson.

publicado por Joga às 00:00

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 6 de Novembro de 2008

Política Spam

          O conceito irá certamente celebrizar o presidente da Federação Distrital de Leiria do PS, João Paulo Pedrosa, como praticante entusiasta, mas tem surpeendido negativamente quase todos os destinatários. O exemplo que chegou à nossa caixa de e-mail é elucidativo e fará as "delícias" de qualquer spammer.


          Antes de avançarmos para o âmago da coisa, convem esclarecer que Spam, abreviatura de “spiced ham” (presunto

Dicas Anti-Spam

       Estas dicas não servirão para evitar políticos medíocres mas sempre poderão ser importantes para eliminar ou evitar o Spam.

     Nunca criar listas de endereços de email para envio simultâneo. Isto é um erro comum dos utilizadores inexperientes.

       Por exemplo, o Zé vê um artigo que acha interessante e resolve enviá-lo para toda a sua lista. O email segue com os endereços de todos os elementos da sua lista pessoal. Aí, um dos seus amigos resolve fazer o mesmo seguindo a sua lista junto da lista do Zé. Isto repete-se até que possivelmente cai na caixa de correio electrónico de um amigo de um amigo de um amigo que é um indivíduo que envia spam.

       Deve-se por isso, preferencialmente, enviar emails para um único endereço de cada vez. 

    Nunca responder a email não solicitado.

       Para um indivíduo que envia spam, uma resposta significa um sucesso e um motivo para continuar a sua prática.

      Nunca responder às instruções de spam para responder com a palavra “remover” no assunto ou corpo do e-mail.

        Isto é uma técnica utilizada pelos spammers para descobrir se alguém está realmente a ler os emails enviados. Respondendo, estes saberão que o endereço electrónico é válido e adicioná-lo-ão a mais listas de envio de spam.

    Nunca retaliar (directamente).

       Atacar o endereço de email do spammer com emails em massa só irá aumentar a já enorme quantidade de lixo electrónico que circula pela Internet.

       Atenção antes de fornecer seu e-mails e dados pessoais. Se um site não possuir uma declaração de privacidade publicada, deverá contactar o proprietário do mesmo antes de fornecer seus dados pessoais.

Créditos

condimentado), não é mais do que o uso de mensagens electrónicas, não-solicitadas, enviadas em massa. Na sua forma mais comum, o Spam tem fins puramente comerciais mas, como estratégia de marketing pessoal do presidente da Federação do PS de Leiria tem um efeito… no mínimo devastador para a imagem da sua eventual seriedade política. É notório que o conteúdo insignificante da mensagem enviada é incomodativa, inconveniente e irritante, até, para alguns destinatários, além de configurar algum abuso a divulgação, presumivelmente não autorizada, dos diversos contactos de e-mail. Mas mais do que fazer uma  tentativa de definição do conceito de “Política Spam”, que hoje inauguramos, vamos ao exemplo concreto, onde relevamos o valor didáctico do caso que, afinal de contas, até acaba por ter alguma coisa a ver connosco, portomosenses:
-----Original Message-----
From: João Paulo Pedrosa jppedrosa2005@gmail.com
Sent: quarta-feira, 29 de Outubro de 2008 19:07
To: Afonso Candal; Alcina Fernandes Carvalho; carloscslopes@hotmail.com; goncalo.nunes@hotmail.com; jfmseguros@mail.telepac.pt; joaquimrosasilva@sapo.pt; nanda.balas@sapo.pt; pedrofarinha23@gmail.com; Alice Ferreira; João Simões; Paula Reis; Secretariado da Federação; Presidentes de Concelhia; Americo Coelho (Ortigosa); b30engenharia@sapo.pt; Blog Vila Forte; Bruno. Monteiro; Castelo Branco; Catarina de Óbidos; Frederico Barosa; Fábio Martins; José Machado Ver. Óbidos; Matos Borges; Luis Carvalho; Sílvia Reis; Armindo Carolino; Carapinha; Cidália Domingues; Damião Leonel; Daniel Adrião; Daniel Moita; Delfim Azevedo; Jose David Fernandes Mendes; Cristina Simões; Curto Ribeiro (E-mail); Edite Santos; Elisabete Carapito; Esmeralda Pereira Goulart Pedrosa; ESTRELA Edite ASSISTANT2; Francisco Vieira e Sousa; Jose Maria Faria (Edp); João Paulo Esperança; Luis Evangelista; Federação PS Leiria; Fernando Cabral; Célia Guerra; Gabriel Roldão; Gabriela; Guida Trancoso; Isabel Gonçalves; Helder Ferreira; Vitor Manuel Henriques Vieira; helder.roque@hsaleiria.min-saude.pt; helderseguros@sapo.pt; heliaflav@hotmail.com; horacio23@gmail.com; hveludo@mail.telepac.pt; António Inglês; flaviogaspar@iol.pt; Dinis Silva; Isabel Ferreira; Isabel Gonçalves; isabelgoncalves-m.isagon@netcabo.pt; António Borges - Lopes Dias & Associados; Jorge Martins; 24m.jorgesobral@sapo.pt; António José Laranjeira; António José Seguro; J. Selada; Joao Carreira; Joaquim Ramos; Jorge Carrasco; Jorge Pereira; Jorge Seguro Sanches; Carlos Martins; Costa Moreira; Cristóvão Morgado; Filipe Moura; Nelson Domingues; Nice Galvão; Nicolau Borges; Anisabel Orfao; João Alvim; João Carlos Reis; João Cruz; João Manuel Gomes; patio@sapo.pt; ana pinho; anabelaportugal@sapo.pt; António Prates; Paula Queimada; Pedro Adão e Silva; Pedro Biscaia; Pedro Olegário; RUI PEDROSA; pedro.costa@regiaodeleiria.pt; pedrogpaz@hotmail.com; pcamilo@sapo.pt; tozegeo@hotmail.com; António Fernandes; Telmo Ferraz; Telmo Neto; Kevin.Adams@fco.gov.uk; Maria José Vieira; Paulo  Vicente; Sara Velez; Sidonio Violante; Victor Faria; Chicharro, Walter; walter chicharro
Subject:
Prezados amigos
Se quiserem acompanhar a saga de 5 vossos amigos, na semana passada,
 na peugada do Glorioso SLB em Berlim, deem uma espreitadela às postagens no blogue
http://joaopaulopedrosa.blogspot.com/ que a partir de hoje vamos fazendo.
abraço a todos
JPP
http://joaopaulopedrosa.blogspot.com/
Blog Praça Stephens:
http://joaopaulopedrosa.blogspot.com
Site da Federação do PS Leiria:
http://www.psleiria.org


Citando Jose David Fernandes Mendes <jose-d-mendes@telecom.pt>:

Ora vivam,
O João Paulo usou a expressão "5 vossos amigos". Bem sei que a mailing list é extensa e, como tal, a probabilidade destes "5 amigos" serem amigos de todos é baixa.
Se são todos meus conhecidos peço desculpa, mas os anos moldam-nos as feições e não consigo identificar todos.
João Paulo (esse está na mesma - sempre a usar adjectivos inadequados como o caso de "glorioso", apenas cabelo mais curto), podes referenciar os restantes "4 amigos" num contexto da Pedro Nunes?
Cumprimentos para todos,
José David


-----Mensagem original-----
De: patio@sapo.pt
Enviada em: quinta-feira, 30 de Outubro de 2008 10:51
Para: Jose David Fernandes Mendes

Cc: (112 contactos...)

Assunto: RE:mail do João Paulo Pedrosa

Bom dia a todos,
Eu pessoalmente não conheço nenhum dos ilustres que está na lista, penso eu de que. E digo ilustres porque olhando com atenção à lista são mesmo ilustres do nosso distrito e não só. Eu humildemente assumo que conheço muitos de vós pelo que vou lendo por aí e pela vossa obra.
Para as apresentações, o meu nome é Pedro Oliveira,sou de Porto de Mós resido em Leiria e trabalho na Marinha Grande.
Para além de ser doente da Académica, sou blogger de um blogue que o Dr. João Paulo gosta muito....(esta foi boa não foi JPP?...).
Pedindo desculpa pelo abuso, mas já que o Dr. João Paulo fez questão de me incluir nesta lista de ilustres,aproveito para fazer "campanha" pelo meu(somos 5 sócios...) blogue. Então aqui vai o endereço:
http://vilaforte.blogs.sapo.pt
abraço
Pedro Oliveira


Citando "Tiago Gonçalves - Fed. PS/Leiria" <tiago.goncalves@psleiria.org>:

É sempre de louvar a sua postura construtiva de um cidadão que sendo de porto de mós, ainda que resida em Leiria e trabalhe na Marinha Grande, se dá ao trabalho de construtivamente participar num blogue sobre o seu concelho, reforço, o construtivamente (com artigos sobre carros presidenciais e placas de inaugurações) ... Já agora, o facto de trabalhar na Marinha e viver em Leiria deve ter sido concerteza fruto das boas políticas do PSD naquele município (o de Porto de Mós)...
Cumprimentos,
TG
Secretário Federativo das Novas Tecnologias Partido Socialista - Federação Distrital de Leiria Rua Machado Santos 2400 - Leiria Telemóvel 964 935 630 ou 913 846 133 Correio Electrónico:
tiago.goncalves@psleiria.org
Presença na Internet:
http://www.psleiria.org


-----Original Message-----
From: patio@sapo.pt
Sent: segunda-feira, 3 de Novembro de 2008 16:30
To: Tiago Gonçalves - Fed. PS/Leiria
Cc: (112 contactos...)

Subject: Re: RES: mail do João Paulo Pedrosa

Sendo um blog,vila forte, com assinatura cada texto é da responsabilidade de quem o assina, e dá a cara(nome) por aquilo que acha que não concorda ou não se identifica.Não dá nem mais nem menos valor às pessoas.
Já a sua observação em relação à minha via privada, peço desculpa pela frontalidade, foi muito infeliz,ao nível do carro e das placas(está a ver é a minha interpretação...) que referiu, a vida é feita de muitas curvas,cruzamentos e entrocamentos e já dizia a minha avó: cada um sabe de si....É da vida!
Indo pela sua interpretação à minha vida privada, vejo que ir "buscar"
um candidato para o PS,em Porto de Mós, que foi cumplice directo "das boas políticas do PSD naquele município (o de Porto de Mós)...",vice-presidente da Câmara, revela que para o partido do qual é dirigente, vale tudo menos tirar olhos para ter uma bandeirinha no distrito,minha interpretação aos factos ocorridos há 3 anos.Mas como não sou politico....
Por fim, agradeço-lhe o seu mail e leitura do Vila Forte.
E para sua informação, não sou militante do PSD,mas também não sou da mesma "família" de João Salgueiro.
Cumprimentos
Pedro Oliveira


Citando João Paulo Pedrosa <jppedrosa2005@gmail.com>:
 Pedro Oliveira, boa tarde
 
Você nao tem o direito de inundar os mails dos meus amigos com as suas respostas, peço-lhe o favor de responder apenas a quem o interpelou. Obrigado.
Cumprimentos
João Paulo Pedrosa


          Ainda se lembra do tema deste post?

          Isto é... Política Spam, abreviadamente, PS.

publicado por Joga às 00:01

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

>alerta gripe A

Clique aqui

Veja AQUI as recomendações do Departamento de Saúde Pública do Ministério da Saúde.

 

 

>pensamento do mês

 

>bloco de notas

 
   
>twitter

Segue-me em http://twitter.com
 
 

>vox pop

>iniciativas

 

PrémioPM

saber mais

ver candidatos

 

>videos


 

Impulso Tecnológico

Vídeo-documento

Quebar barreiras

Concelho turístico

Prevenir, prevenir, prevenir

Espírito de Natal

Há Movimento na Serra

PDM com Rosto Humano

>pensamento lógico

 

JUNHO

MAIO 09

ABRIL 09

MARÇO 09

FEVEREIRO 09

JANEIRO 09

DEZEMBRO 08

NOVEMBRO 08

OUTUBRO 08

SETEMBRO 08

AGOSTO 08

 JULHO 08 

 JUNHO 08

MAIO 08

ABRIL 08

MARÇO 08

FEVEREIRO 08

JANEIRO 08

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

>posts recentes

> Inauguração

> Argumentário

> Rescaldo eleitoral

> Voto com sentido

> Pré-campanha quente

> Debate autárquico - 2ª Pa...

> Debate autárquico - 1ª Pa...

> Argumentário de Agosto

> Ambientalistas contra par...

> Argumentário de Julho

> O filho pródigo

> Felicidades, Júlio Vieira

> Argumentário de Junho

> Uma questão pessoal

> Um Concelho de Freguesias

> Vêm aí o S. Pedro

> Argumentário de Maio

> Um repto

> Vida de repórter

> Não há factos, só silênci...

>pensar

>edição

>pesquisar

 

>arquivos

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Julho 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

> Março 2008

> Fevereiro 2008

> Janeiro 2008

> Dezembro 2007

> Novembro 2007

> Outubro 2007

> Setembro 2007

> Agosto 2007

> Julho 2007

> Junho 2007

> Maio 2007

> Abril 2007

> Março 2007

> Fevereiro 2007

> Janeiro 2007

> Dezembro 2006

> Novembro 2006

> Outubro 2006

> Agosto 2006

> Julho 2006

>this in English

>feeds