Intervenção cívica. Pela PALAVRA livre e responsável, com Porto de Mós como pano de fundo.

NOTÍCIAS porto de mós

Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

Obras no saneamento básico

          Aprovada o Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) pelo Governo e a taxa de derrama pela Assembleia Municipal, estão criadas as condições políticas para o executivo municipal  resolver os problemas do saneamento básico do nosso concelho.

 

          A proposta do Governo inscrita no Eixo Prioritário II- Rede Estruturante de Abastecimento de Água e Saneamento, que aguarda aprovação de Bruxelas,  mais parece um serviço “à la carte” colocado à disposição das entidades gestoras de serviços públicos de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais.

GLOSSÁRIO

ABASTECIMENTO

"alta”
São as infra-estruturas que permitem a captação, o tratamento, a adução, a elevação, a reserva e os pontos de entrega de água.

baixa”
Infra-estruturas que, desde os pontos de entrega, permitem armazenar e distribuir água para consumo humano até ao domicílio das populações servidas.

SANEAMENTO

“alta”
São as infra-estruturas que permitem a recolha nos pontos de entrega, o transporte, o tratamento e a rejeição de águas residuais.

“baixa”
Infra-estruturas que permitem, desde os domicílios das populações servidas, a condução das águas residuais até aos pontos de entrega.


          Com efeito, irão ser apoiados, no quadro dos serviços urbanos de água e saneamento, os estudos, os projectos e as assessorias; a aquisição ou expropriação de terrenos e servidões; a construção civil e os equipamentos; a fiscalização; o arranque das infra-estruturas; o restabelecimento de acessibilidades afectadas pelas infra-estruturas… até as despesas com publicidade irão ter apoio. 
          Além dos critérios gerais de acesso ao financiamento, são considerados prioritários os projectos que possibilitem completar as ligações entre sistemas em “alta” e sistemas em “baixa”, maximizando o benefício dos investimentos já realizados; assim como aqueles que permitam a geração de economias de escala, integrando a “alta” e a “baixa” e sob a forma de projectos supra-municipais. São ainda considerados prioritários os projectos que cumpram a legislação comunitária relativa ao tratamento de águas residuais tal como os projectos que assegurem uma significativa melhoria da qualidade da água para consumo humano, especialmente quando estejam em causa aspectos de saúde pública e uma relevante melhoria da qualidade de serviço prestado aos consumidores. Terão ainda preferência no financiamento os projectos que permitam melhoria significativa em termos ambientais, nomeadamente na utilização mais racional da água e da protecção contra a poluição. Não menos importante para o financiamento europeu  é a maturidade da entidade gestora na efectiva capacidade de gestão do projecto e de estar assegurada a contrapartida nacional.

 

          Entre nós, o diagnóstico está feito, mas depende da qualidade dos projectos apresentados pela Câmara a efectiva resolução dos inúmeros problemas no abastecimento de água e saneamento que afectam os munícipes. Por outro lado, não havendo nenhum entrave de natureza política, todos esperamos que as receitas provenientes da taxa da derrama sejam efectivamente aplicadas no financiamento das obras de saneamento básico com reflexo explícito no próximo Plano de Actividades e Orçamento do Município.

publicado por Joga às 00:00

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 19 de Setembro de 2007

A 14ª freguesia


          A rede social Hi5 tem, no nosso concelho, mais de 5 mil membros divididos por, pelo menos, 45 grupos com interesses diversos. Graças à silenciosa explosão das tecnologias de informação, a nossa comunidade Hi5 supera já o número de habitantes de qualquer freguesia do concelho. Jovem, populosa e virtual- é assim a 14ª freguesia do concelho de Porto de Mós.


     “Quem não tem Hi5 não é gente”, afirma Armanda Santana- gestora do grupo "Tasquinhas de Porto de Mós"- para definir esta geração cujos jovens já nasceram com a rede, vivem na rede e que, com a rede, adquirem uma certa cidadania virtual e o direito de estar ligados a outras pessoas quer sejam amigas, conhecidas ou simplesmente gente desconhecida. Para Bárbara Fernandes- gestora do grupo “Porto de Mós para os Portomosenses :)”- o Hi5 é, por isso, “um icon dos dias que correm”. Nuno Santana- gestor do grupo “Tradição TT”- é de opinião que não há uma geração Hi5. Diz ele, tratar-se apenas de “uma moda e que até pode ser encarada como uma primeira aproximação à Internet”.
          Mas todos os gestores de grupos que responderam ao nosso contacto têm a noção das vantagens e inconvenientes desta rede social. O Hi5 “é basicamente um passatempo para jovens que procuram novos contactos, para variadíssimos tipos de relações”, diz Bruno Pinto- gestor do grupo “Habitat Bar”- e “também uma óptima forma de publicitar eventos” acrescenta Armanda Santana. Quanto aos inconvenientes de estar na rede, Bárbara Fernandes afirma que o maior problema é a “quantidade de pessoas que te abordam para pedir o número de telefone, email, etc.”. Já para Bruno Pinto o inconveniente é outro: “Uma pessoa só conhece mesmo aquilo que a outra pretende dar a conhecer, muitas das vezes falso”. Ter amigos na rede é, neste caso, apenas uma sensação de quem está, na realidade, sozinho. Talvez na tentativa de proporcionar o contacto pessoal entre os frequentadores dos grupos Hi5, há no nosso concelho, pelo menos três bares que estão na rede. São eles “Xe Bar” do Juncal, “Carpenoctem” de Alqueidão da Serra e “Habitat Bar” de Mira de Aire.
          Diga-se o que se disser, esta geração continua a ter a marca da generosidade que caracteriza a juventude. Bárbara Fernandes admite aderir a qualquer causa social, Armanda Santana anda para ler “Uma Verdade Inconveniente”, de Al Gore, sobre a causa ambiental e Nuno Santana admite aderir a causas solidárias mas também mostra preocupação com os problemas locais: “parece-me que só com uma grande Causa o nosso concelho lá vai”, diz o gestor do grupo “Tradição TT”.

 

Grupos pouco activos

         É no contacto interpessoal que o Hi5 fervilha verdadeiramente, em oposição à actividade bem menor dos grupos. Num total de 44 grupos Hi5 detectados no nosso concelho- não significa que não haja mais- foram apenas produzidos 416 tópicos. "Xe Bar", que é o grupo mais activo, coloca em média um tópico em cada 10 dias. Revelador é o facto da maior parte dos tópicos ser constituido por pequenos anúncios de actividades ou eventos.

          Ainda assim, arriscamos elaborar uma tabela classificativa dos 10 melhores grupos. Para este Top foram somados os lugares que cada grupo ocupa nas três tabelas parciais (grupo com mais membros, mais antigo e mais activo). À excepção de Alcaria, onde não detectamos a presença de nenhum grupo Hi5, este fenómeno juvenil de comunicação atinge todas as outras freguesias do concelho.

          Resta acrescentar que, quanto a nós, o grupo mais curioso ocupa o último lugar em quase todas as tabelas e chama-se “Portistas do distrito de Leiria - Mira de Aire”. Este grupo tem apenas o seu fundador como membro, pelo que não é tecnicamente um grupo. Não surpreende, portanto, que esteja praticamente inactivo...

TOP PENSARpm
#
GRUPO
Pts
1 Mira de Aire 6
2 Porto de Mós 9
3 Inst. Ed. Juncal 16
4 Juncal 19
5 Xe Bar 22
6 PMS 23
7 Alq. da Serra 27
8 Tasquinhas 30
9 Serranos 40
10 Mendiga 44

     

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TOP5


+ Membros
 #  GRUPO  Membros
 1 Porto de Mós  912
 2 Mira de Aire  662
 3 Inst. Ed. Juncal  427
 4 Juncal  332
 5 PMS  277
+ Antigo
 #  GRUPO  Criação
 1 Mira de Aire  3/Fev/05
 2 Serranos 10/Fev/05
 3 PMS 10/mar/05
 4 Juncal  8/Abr/05
 5 PMós-1  27/Abr/05
+ Activo
 #  GRUPO  Dias/msg
 1 Xe Bar  10
 2 Porto de Mós  14
 3 Mira de Aire  17
 4 Tasquinhas  19
 5 Inst. Ed. Juncal  26

 

          Nota: As entrevistas para este post foram feitas através da ferramenta de mensagens do Hi5. Dados das tabelas referentes a 28-Agosto-07.

  

Saber mais:

          “Amigos” e Redes Sociais 

          Segurança e Redes Sociais 

          Hi5- Segurança


 

publicado por Joga às 14:35

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Terça-feira, 11 de Setembro de 2007

Carta aberta

          Exmo senhor

          Albino Januário

          Vice-Pres. Câmara Municipal Porto de Mós

 

           Como Instituição de bem, a nossa Câmara Municipal não deve ficar à espera que os 1.700 munícipes lesados com o pagamento de cauções indevidas, vão agora junto dos serviços municipais fazer prova de que foram vítimas de abuso para serem ressarcidas do seu dinheiro. A Câmara sabe os nomes e as moradas desses cidadãos pelo que é sua obrigação entrar em contacto com eles e proceder à devolução do dinheiro da caução. Se possível, com um formal pedido de desculpas. 

Porto de Mós, 9 de Agosto de 2007
Cumprimentos do

Joga

publicado por Joga às 10:22

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 4 de Setembro de 2007

Argumentário de Agosto

 

          “As viaturas estavam para ir arranjar caminhos, mas enquanto isto não for esclarecido a Junta [do Juncal] que os arranje”.

          ►
JOÃO SALGUEIRO, presidente da Câmara, in O Portomosense, reagindo ao boletim informativo daquela Junta de Freguesia.

          “[O boletim] espelha o que aconteceu no último ano”.
          ►
JOÃO COELHO, presidente da Junta do Juncal, in O Portomosense, defendendo a população e a instituição que representa.
          “PSD acusa João Salgueiro de ‘deriva autoritária e persecutória’ .“
          ►
TITULO do jornal Região de Leiria
            “[As relações com João Coelho] são boas a nível pessoal e institucional.”
           ►
JOÃO SALGUEIRO, presidente da Câmara, in Região de Leiria, justificando o regresso das máquinas ao Juncal.

          “Sinto-me triste e envergonhado.”
          ►
JOÃO SALGUEIRO, presidente da Câmara in O Portomosense, ao ser “surpreendido” com o facto do nosso concelho ter dos piores serviços de abastecimento de água do país.
          “A helipista de Alcaria é mais um investimento que não serve para nada.”
          ►
LUIS CARLOTO, deputado do PT, in O Portomosense, fazendo uma constatação que dá nova actualidade aos posts "Alcaria no mapa da confusão" e "Prevenir, prevenir, prevenir"
          “Nada vai ser feito para que a captação da RTP1 volte a ser possível.”
          ►
REGIÃO DE LEIRIA, acrescentando que a má recepção será difinitiva, facto que torna interessante uma nova leitura do nosso post “Onde pára o serviço público?”

publicado por Joga às 14:21

link do post | comentar | favorito
Sábado, 1 de Setembro de 2007

Impulso tecnológico

 

          Qualquer jovem que se matricule este ano no 10º ano em qualquer escola do nosso concelho, como do país, tem a partir deste mês de Setembro, a oportunidade de possuir um computador portátil e uma ligação à Internet em Banda Larga, fixa ou móvel, em condições verdadeiramente excepcionais. Um bom incentivo para o regresso às aulas. 

 

       - Eu quero!

          Para adquirir um computador ao abrigo desta iniciativa, basta preencher a Ficha de inscrição. Para tal é necessário um código de validação, obtido na escola onde o aluno se vai matricular (10º ano) e o professor lecciona ou no Centro Novas Oportunidades onde o formando está inscrito.

          Esta medida do Plano Tecnológico do governo prolonga-se para os próximos 3 anos e contempla também todos os professores do ensino básico e secundário assim como todos os formandos do programa "Novas Oportunidades” para os quais a entrega de computadores já está a decorrer. O objectivo do governo é proporcionar a mais de 500 mil portugueses a entrada no universo das novas tecnologias desenvolvendo a Sociedade de Informação. O projecto é financiado pelos operadores de telecomunicações móveis (TMN, Optimus e Vodafone) como contrapartida pela atribuição das licenças UMTS (comunicações de 3ª geração).

          Mesmo que do lado do nosso Paço do Município não surja nenhum sinal que permita descolar  da imagem de  info-exclusão assumida no epitáfio patético “eu não leio blogues!”, o nosso concelho não deixará de fazer com sucesso  o caminho da construção da Sociedade de Informação, por iniciativa e vontade dos cidadãos. Esta é, pois,  mais uma oportunidade para quem a puder agarrar.
          E se de repente lhe oferecerem um computador...  isso é impulso tecnológico!

publicado por Joga às 12:30

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

>alerta gripe A

Clique aqui

Veja AQUI as recomendações do Departamento de Saúde Pública do Ministério da Saúde.

 

 

>pensamento do mês

 

>bloco de notas

 
   
>twitter

Segue-me em http://twitter.com
 
 

>vox pop

>iniciativas

 

PrémioPM

saber mais

ver candidatos

 

>videos


 

Impulso Tecnológico

Vídeo-documento

Quebar barreiras

Concelho turístico

Prevenir, prevenir, prevenir

Espírito de Natal

Há Movimento na Serra

PDM com Rosto Humano

>pensamento lógico

 

JUNHO

MAIO 09

ABRIL 09

MARÇO 09

FEVEREIRO 09

JANEIRO 09

DEZEMBRO 08

NOVEMBRO 08

OUTUBRO 08

SETEMBRO 08

AGOSTO 08

 JULHO 08 

 JUNHO 08

MAIO 08

ABRIL 08

MARÇO 08

FEVEREIRO 08

JANEIRO 08

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

>posts recentes

> Inauguração

> Argumentário

> Rescaldo eleitoral

> Voto com sentido

> Pré-campanha quente

> Debate autárquico - 2ª Pa...

> Debate autárquico - 1ª Pa...

> Argumentário de Agosto

> Ambientalistas contra par...

> Argumentário de Julho

> O filho pródigo

> Felicidades, Júlio Vieira

> Argumentário de Junho

> Uma questão pessoal

> Um Concelho de Freguesias

> Vêm aí o S. Pedro

> Argumentário de Maio

> Um repto

> Vida de repórter

> Não há factos, só silênci...

>pensar

>edição

>pesquisar

 

>arquivos

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Julho 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

> Março 2008

> Fevereiro 2008

> Janeiro 2008

> Dezembro 2007

> Novembro 2007

> Outubro 2007

> Setembro 2007

> Agosto 2007

> Julho 2007

> Junho 2007

> Maio 2007

> Abril 2007

> Março 2007

> Fevereiro 2007

> Janeiro 2007

> Dezembro 2006

> Novembro 2006

> Outubro 2006

> Agosto 2006

> Julho 2006

>this in English

>feeds