Intervenção cívica. Pela PALAVRA livre e responsável, com Porto de Mós como pano de fundo.

NOTÍCIAS porto de mós

Sábado, 12 de Maio de 2007

Voltas à rotunda

 

          A rotunda do Rossio, no centro da vila, está a ser palco de mais uma intervenção. Este local é campo ideal para o triste espectáculo de ostentação de autarcas desejosos de deixar a “sua marca” na sala de visitas do concelho. Naturalmente à custa do dinheiro dos contribuintes. Até parece um jogo- as MÓS de José Ferreira foram forçadas a dar o lugar ao MOINHO de João Salgueiro e não passamos da cepa torta.

 

          Desde que em Murça (Trás-os-Montes) me disseram um dia, em tom de escárnio, que a duvidosa Porca que se ergue sobre um plinto no centro da praça principal, “era a mãe dos de fora”, fiquei relutante em tornar pública a minha opinião acerca da arte na cidade. Afinal gostos não se discutem e só o tempo decantará o verdadeiro valor de cada monumento.
          Deixo por isso de lado a questão estética. 

          A justificação oficial para esta intervenção no centro da rotunda prende-se com os gastos incomportáveis com a manutenção do monumento. O presidente Salgueiro garante mesmo que os 30 mil euros que a obra irá custar pagar-se-ão a si próprios em 3 anos.
          Esta parece ser, contudo, apenas metade da justificação.

          Na verdade, se o motivo fosse simplesmente essa nobre missão de gerir bem os recursos financeiros da autarquia, as MÓS poderiam ficar no local fazendo tão somente parte da intervenção aquilo que tornava a manutenção do monumento dispendiosa. Os recursos públicos gastos orgulhosamente no MOINHO com mais de 5 metros de altura poderiam então ser investidos na criação de condições de mobilidade para cidadãos especiais precisamente no centro da vila onde quase todos os passeios precisam de intervenção na zona das passadeiras para peões. Já seria um bom começo.

          Esta é seguramente a outra parte da inspiração política do executivo municipal: governar para o próprio umbigo em prejuízo da satisfação das necessidades dos seus munícipes mais vulneráveis.

publicado por Joga às 12:04

link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Terça-feira, 8 de Maio de 2007

Faleceu José Catarino

          Porto de Mós, Leiria, 07 Mai (Lusa) - O ex-presidente da Junta de Freguesia de Alqueidäo da Serra, Porto de Mós, foi encontrado morto, vítima de uma queimada, informou hoje fonte do Centro Distrital de Operaçöes de Socorro (CDOS) de Leiria.

 

           José da Silva Catarino, o nosso carteiro-autarca, faleceu. E de repente, à minha memória, vem a imagem deste homem de convicções fortes que amava tanto o seu partido como a sua terra, no giro do correio.

          - Oh Ti Zé, traz correio para mim?

          - Não, vem amanhen! -costumava dizer às crianças como eu que o interpelavam na esperança de receber a sua primeira correspondência...

Agora, sem sequer ter perguntado por correio, a fatídica notícia fria e crua cai rotineiramente no meu e-mail, como tantas outras. Estou chocado.

 

O mundo só pode ser
melhor do que até aqui,
quando consigas fazer
mais p'los outros que por tí!

 

          Talvez inspirado neste verso de Aleixo, José Catarino fundou o Centro de Dia, a obra social mais importante da freguesia. O nosso concelho perde um autarca que marcou uma época e que contribuiu, à sua maneira, para o desenvolvimento da nossa terra. Estamos todos mais pobres…

publicado por Joga às 09:40

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

>alerta gripe A

Clique aqui

Veja AQUI as recomendações do Departamento de Saúde Pública do Ministério da Saúde.

 

 

>pensamento do mês

 

>bloco de notas

 
   
>twitter

Segue-me em http://twitter.com
 
 

>vox pop

>iniciativas

 

PrémioPM

saber mais

ver candidatos

 

>videos


 

Impulso Tecnológico

Vídeo-documento

Quebar barreiras

Concelho turístico

Prevenir, prevenir, prevenir

Espírito de Natal

Há Movimento na Serra

PDM com Rosto Humano

>pensamento lógico

 

JUNHO

MAIO 09

ABRIL 09

MARÇO 09

FEVEREIRO 09

JANEIRO 09

DEZEMBRO 08

NOVEMBRO 08

OUTUBRO 08

SETEMBRO 08

AGOSTO 08

 JULHO 08 

 JUNHO 08

MAIO 08

ABRIL 08

MARÇO 08

FEVEREIRO 08

JANEIRO 08

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

>posts recentes

> Inauguração

> Argumentário

> Rescaldo eleitoral

> Voto com sentido

> Pré-campanha quente

> Debate autárquico - 2ª Pa...

> Debate autárquico - 1ª Pa...

> Argumentário de Agosto

> Ambientalistas contra par...

> Argumentário de Julho

> O filho pródigo

> Felicidades, Júlio Vieira

> Argumentário de Junho

> Uma questão pessoal

> Um Concelho de Freguesias

> Vêm aí o S. Pedro

> Argumentário de Maio

> Um repto

> Vida de repórter

> Não há factos, só silênci...

>pensar

>edição

>pesquisar

 

>arquivos

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Julho 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

> Março 2008

> Fevereiro 2008

> Janeiro 2008

> Dezembro 2007

> Novembro 2007

> Outubro 2007

> Setembro 2007

> Agosto 2007

> Julho 2007

> Junho 2007

> Maio 2007

> Abril 2007

> Março 2007

> Fevereiro 2007

> Janeiro 2007

> Dezembro 2006

> Novembro 2006

> Outubro 2006

> Agosto 2006

> Julho 2006

>this in English

>feeds